quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Vitória Sport Clube

O Vitória Sport Clube, mais conhecido como Vitória de Guimarães por estar localizado na cidade homônima, fica no Distrito de Braga, região Norte de Portugal. O ano oficial da criação da entidade não é precisa, mas em 1922 o clube aderiu ao profissionalismo e entrou para a Associação de Futebol de Braga, se tornado um dos pioneiros da modalidade no país. Nos primeiros anos, o time disputava apenas partidas amistosas e campeonatos amadores da associação a qual era afiliada. Em 1926, o clube juntou-se a outra equipe da cidade, o Atlético Clube de Guimarães e gerou uma grande confusão no quadro associativo e em seu nome, que foi motivo de discussões até ser realizada a primeira assembléia geral, onde tudo foi esclarecido.
Em 1935/36 a equipe venceu o campeonato distrital de Braga e, com isso, pela primeira vez teve direito de disputar uma competição de âmbito nacional e promovida pela F.P.F (Federação Portuguesa de Futebol). Neste ano então, os vitorianos participaram da II Liga – nome da segunda divisão do país.
O Vitória estreou na elite do futebol lusitano em 1942 e permaneceria na Primeira Divisão por 14 temporadas consecutivas, se tornando o time mais antigo da competição, depois dos considerados “quatro grandes”: Porto, Benfica, Sporting e Belenenses. Ainda neste ano, o clube alcançaria a final da Taça de Portugal pela primeira vez em sua história, surpreendendo a todos, após eliminar o Sporting de Lisboa, uma das mais tradicionais agremiações do país. Na final, acabou perdendo por 2 a 0 para o Belenenses.
Com os bons resultados e mais uma boa campanha na Taça de Portugal de 1944, quando chegou às semifinais, o time ganhou mais prestígio no país e aumentou seu número de sócios em apenas dois anos.
A temporada de 1954/55 marcou o primeiro rebaixamento da equipe desde que começou a disputar o campeonato nacional. Após três anos no segundo escalão, regressou à elite para não ser apenas um mero figurante, mas para se tornar um dos grandes times do país.
No final da década de 60, os Vimaranenses faziam boas campanhas e, em 1968/69, terminaram o campeonato luso na terceira colocação, a melhor na história. Dessa maneira, ganharam a vaga pra participar, pela primeira vez, de um torneio continental, a Copa das Feiras entre Cidades – uma das antecessoras da Copa da Uefa.
Sua primeira aventura por gramados europeus não durou muito e o clube acabou eliminado na segunda rodada da competição pelo Southampton-ING. No ano seguinte, mais uma ida ao torneio continental e mais uma eliminação na mesma fase, mas desta vez para o Hibernian, da Escócia, após derrota por 2 a 0 e vitória por 2 a 1.
O time voltaria a disputar a competição apenas nos anos 80 e sua melhor campanha foi na temporada 1986/87, quando foi eliminado nas quartas-de-final pelo Borussia Mönchengladbach.
O primeiro e único título nacional da equipe aconteceu em 1987/88, na 11ª edição da Supertaça Cândido de Oliveira, depois de uma vitória por 2 a 0 e um empate sem gols contra o Futebol Clube do Porto.
No início do Século 21 o clube não conseguiu repetir os bons resultados e caiu de produção, terminando o campeonato do país sempre na parte de baixo da tabela. Em 2005/06, o time não suportou os maus resultados e o pouco dinheiro em caixa e acabou rebaixado pela segunda vez em sua história.
Na temporada seguinte, o Vitória de Guimarães deu a volta por cima e conseguiu retornar à primeira divisão, depois de terminar na terceira posição da Liga de Honra – a segunda divisão portuguesa.
Os Anjos Negros – como são chamados pela torcida – participaram de 64 edições da Liga Portuguesa. Com isso, o clube é o quinto com mais participações neste campeonato, perdendo apenas para Porto, Benfica e Sporting (74 cada) e Belenenses, com 66 presenças.

Títulos

Supertaça de Portugal: 1987/88

Estádio

A inauguração do Estádio Municipal de Guimarães foi a 3 de Janeiro de 1965, num jogo em que o Vitória venceu o CF Belenenses por 2-1. Castro marcou o primeiro golo no Estádio.

O Estádio D. Afonso Henriques é o estádio de Futebol do Vitória. Foi remodelado para o Euro2004. Tem capacidade para cerca de 30000 lugares sentados.
Em 25 de Julho de 2003 assiste-se à cerimónia inaugural do remodelado estádio, momento em que a Câmara Municipal de Guimarães fez a entrega do Estádio D. Afonso Henriques, perante cerca de 30000 espectadores. O Estádio D. Afonso Henriques foi inaugurado com os espectadores a encherem totalmente as bancadas do novo D. Afonso Henriques. Viram um espectáculo multimedia, seguido do jogo entre o Vitória e o FC Kaiserslautern, que os vimaranenses ganharam por 4-1.

Hino


Vamos gritar Vitória, Vitória
Sempre e mais alto não será de mais
Vamos gritar Vitória, Vitória
Força branquinhos, Vitória de Guimarães
Vamos gritar Vitória, Vitória
Sempre e mais alto não será de mais
Vamos gritar Vitória, Vitória
Força branquinhos, Vitória de Guimarães
Ó Vitória, meu Vitória
Vai em frente e atrás não fiques
Tens o emblema da glória
A espada de Afonso Henriques
Tua bandeira é verdade
Inconfundível na cor
A cor preta é da unidade
A cor branca é do amor

Refrão
Tuas tradições tão grandes
No desporto nacional
És Vitória, és Guimarães
O berço de Portugal
Sejas último ou primeiro
Na derrota ou na glória
Terás Guimarães inteiro
A puxar por ti Vitória



Apelidos: Vitorianos, Anjos Negros, Vimaranenses, Conquistadores e VSC.

Mascote
 
A mascote ou o principal símbolo da equipe portuguesa é o príncipe Dom Afonso Henriques, nascido em Guimarães. Ele foi o primeiro rei de Portugal e conquistou a independência do país. Devido as suas múltiplas vitórias, durante os mais de 40 anos em que liderou a nação, ele recebeu o apelido de O Conquistador. Em sua homenagem, o Vitória, time da cidade natal do nobre, batizou seu estádio com seu nome e tem em seu escudo uma figura sua.­

Site
http://www.vitoriasc.pt/