sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Vitória Futebol Clube

O Vitória Futebol Clube é um dos mais representativos times do sul de Portugal. Localizado na cidade de Setúbal, na região de Lisboa, o clube foi fundado em 20 de novembro de 1910, pelos amigos Joaquim Venâncio, Henrique Santos e Manuel Gregório, após desentendimentos com outros integrantes do Bomfim Foot-ball Club, uma das poucas agremiações a praticar o esporte na época, .

A equipe foi batizada inicialmente como Sport Vitória, mas como o único objetivo do clube era vencer, posteriormente foi decidido em definitivo, durante uma assembléia-geral, que o nome seria Victória Foot-ball Club.

Como não havia campeonato nacional na época, a única alternativa dos verdes e brancos – cores oficiais – era se deslocar a Lisboa para disputar a competição regional. As categorias amadoras venceram o torneio em 1916/17 e o resultado incentivou a disputa em um patamar superior, a primeira divisão.

Nas temporadas 1923/24 e 1926/27 o clube venceu o Campeonato de Lisboa, batendo equipes tradicionais do país como Benfica, Sporting e Belenenses. Com isso, ganhou reputação no cenário nacional e aumentou seu número de torcedores e sócios.

No início dos anos 1930, o time já contava com outros departamentos esportivos, como: handebol, natação, atletismo entre outros e aumentava sua expressão em Portugal, não apenas com o futebol, mas também em outras modalidades.

Na mesma década, o Vitória abandonou o Campeonato de Lisboa e junto com outras equipes fundou a Associação de Futebol de Setúbal. Com o passar do tempo, o time foi estabilizando-se e, em 1943/44, disputou sua primeira final de competições nacionais, a Taça de Portugal, criada em 1938, mas acabou sendo derrotado por 5 a 1 pelo Benfica.

Mesmo com a o revés, os torcedores setubalenses comemoraram pelas ruas da cidade e ficaram esperançosos quanto ao futuro do time. Onze anos mais tarde, em 1954, o clube chegou a mais uma final do segundo maior campeonato do país e mais uma vez perdeu a chance de conquistar seu primeiro título, após perder por 3 a 2 para o Sporting.

Com a ascensão, os Sadinos - como são chamados os habitantes da cidade banhada pelo Rio Sado – decidiram fundar, em 1962, seu estádio, para poderem atuar perante sua torcida e assim batizam o local como Estádio do Bonfim.

A nova “casa” não demorou a ajudar o clube em suas conquistas e, após três anos, na temporada 1964/65, o time ganhou seu primeiro título, a Taça de Portugal, ao vencer o rival Benfica por 3 a 1. Dois anos mais tarde, em 1967, mais uma conquista e novamente na taça portuguesa, desta vez contra o Acadêmica de Coimbra, pelo placar de 3 a 2 na prorrogação.

A equipe formada por João Jacinto, o “Pérola Negra do Sado” e um dos maiores ídolos do clube, Matine, Carlos Cardoso, José Maria e Vítor Batista encantava o país e a Europa. Comandados por José Pedroto, o Vitória faz sua melhor campanha no Campeonato Português em 1971/72 e terminou a competição na segunda colocação.

Nas temporadas de 1969/70, 1972/73 e 1973/74, a equipe encerrou sua participação em 3º lugar e garantiu classificação em competições européias em todos os anos. Na Taça entre Cidades – uma das antecessoras da Copa da Uefa – o time chegou às quartas-de-final em quatro oportunidades e venceu fortes equipes como: Internazionale de Milão, Fiorentina, Leeds e Lyon.

No entanto, após as décadas de ouro em 1960 e 1970, o Vitória perdeu força no país e não voltou a repetir os bons resultados, alternando rebaixamentos e acessos à primeira divisão durante os anos 1980 e 1990. A última ascensão se deu em 2004, após cair para o segundo escalão um ano antes.

A falta de dinheiro obriga os Sadinos a contratar jogadores de baixo custo, muitos deles brasileiros e africanos, e apostar em suas categorias de base, como forma de revelar talentos e formar boas equipes para as competições portuguesas.

Na temporada 2004/05, após 38 anos de jejum, o clube voltou a vencer uma competição nacional, a Taça de Portugal pela terceira vez em sua história em dez finais disputadas, depois de derrotar o Benfica por 2 a 1, com gols de Manuel José e Meyong.

Títulos

Taça de Portugal
  1964/65, 1966/67 e 2004/05 
Taça da Liga 2007/08

Estádio

O Estádio do Bonfim é um estádio de futebol onde habitualmente joga o Vitória de Setúbal e localiza-se em Setúbal, no centro da cidade. Foi inaugurado a 16 de Setembro de 1962 e pode contar com 18.694 espectadores. O Estádio está situado no Parque do Bonfim e já teve capacidade para cerca de 30.000 espectadores. Após a colocação de cadeiras individuais visando um maior conforto dos espectadores viu reduzida a sua lotação oficial para cerca de 21.000 lugares, sendo que actualmente, o número oficial deste recinto cifra-se em 18.694 lugares em virtude do encerramento de uma das bancadas do topo.

Foi inaugurado no dia 16 de Setembro de 1962 e desde lá para cá foi palco de inúmeros acontecimentos desportivos de onde se destaca obviamente os jogos do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª Divisão e da Taça de Portugal, bem como alguns jogos internacionais não só da equipa setubalense mas também da própria Selecção Nacional de Portugal que ali jogou algumas vezes. Era naquela época uma das mais modernas infraestruturais desportivas em Portugal tornando-se, ao longo do tempo, um dos mais tradicionais estádios do futebol português.
Todavia é uma obra que esta a ficar degrada e desactualizada, mesmo ao nível da iluminação para jogos oficiais. De resto, a Uefa não credenciou aquele recinto para provas internacionais razão pela qual o Vitoria de Setúbal teve que disputar a Taça Uefa na sua ultima participação no Estádio José de Alvalade em Lisboa.

Incluido no novo projecto da cidade de Setúbal, Nova Setúbal na zona do Vale da Rosa, foi apresentado o projecto de construção de um novo estádio para a equipa local. Trata-se de um recinto com bancadas totalmente cobertas e com capacidade para receber 15.500 espectadores, com um custo estimado de 11.000 milhões de euros.


Alcunhas Sadinos, Vitorianos, Senhor Vitória

Mascote "Sadinho" Roaz Corvineiro (golfinho do Rio Sado)

Site 
http://www.vfc.pt/