quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Clube de Futebol Os Belenenses

O Belenenses surgiu oficialmente em 1919 e tem esse nome até hoje por ter sido fundado no bairro do Belém, em Lisboa. Aquela região da capital portuguesa já tinha tido algumas agremiações, mas os fãs de futebol nunca se sentiram representados por nenhuma delas, já que contavam com muitas influências de outros setores do município.

Com isso, em 1919, um grupo de jogadores do Belém resolveu se unir para criar uma equipe que representasse aquele setor da população. Foi assim que surgiu o Belenenses.

No mesmo ano, o time se inscreveu na Associação de Futebol de Lisboa e começou a disputar o Campeonato da cidade, a competição mais importante do futebol português à época.

Foi um começo difícil. Mesmo com um elenco de destaque, o clube não conseguiu se aproximar do título, ficando sempre próximo de Benfica e Sporting, os grandes de Lisboa, mas longe das conquistas.

A primeira viria apenas em 1925/26, um ano depois de ter ficado com o vice-campeonato. Na temporada em que conquistou seu primeiro título relevante, o Belenenses venceu nove de seus 14 jogos e terminou apenas dois pontos à frente do Sporting.

Era apenas o começo de uma ótima fase. A equipe repetiria o desempenho anos depois, mais precisamente em 1928/29, quando a agremiação superou 11 de seus adversários e, com uma campanha quase irretocável, garantiu a segunda taça depois de disputa com o Benfica.

Foi um dos melhores períodos da história do Belenenses. O clube venceu o tri de Lisboa (de 1928/29 a 1930/31), três vezes o Campeonato Português (que funcionava como copa nacional) e se estabeleceu como uma das grandes forças do esporte nacional.

Com isso, quando o Nacional, que existe até hoje, foi criado em 1934/35, o Belenenses entrou na disputa como favorito. Era, até aquele momento, o time a ser batido no país, além de deter o posto de equipe que teve o maior número de jogadores convocados para a seleção.

Acabou, porém, surpreendendo de maneira negativa. Depois de anos como uma das grandes potências, começou sua trajetória sem muito destaque. Seu primeiro bom ano foi 1936/37, quando foi vice-campeão.

Nos anos seguintes, o Belenenses se manteve próximo das primeiras posições, mas sem conseguir a conquista, que só viria na metade dos anos 40. No fim da temporada 1945/46, o time ficou um ponto à frente do poderoso Benfica. O maior trunfo daquela equipe foi o setor defensivo, que sofreu apenas 24 gols em 22 jogos e foi o melhor no quesito durante o certame.

Contudo, depois do troféu o Belenenses voltou à rotina de proximidade com os primeiros lugares, mas sem conseguir levantar a taça.

O retorno ao lugar mais alto do pódio só aconteceria na década de 50, quando o Belenenses venceu a Copa de Portugal após um 2 a 1 na decisão contra o Sporting.

Enquanto isso, no Nacional, as três principais agremiações do país passaram a dominar totalmente a competição. Sporting, Benfica e Porto alternaram-se como campeões da principal liga lusitana de 1945/46 até 2000/01, quando o Boavista surpreendeu e ficou com a taça.

Restava ao torcedor, então, contentar-se com a Copa de Portugal, que, é bem verdade, também foi algo raro. A conquista do torneio em 1988/89 foi o último grande momento do Belenenses, que acumula grande jejum de títulos.

Títulos

Campeonato Português - 1945/46
Taça de Portugal:  : - 1941/42; 1959/60; 1988/89
Campeonato Nacional da 2ª Divisão - 1983/84

Estádio

O Estádio do Restelo foi inaugurado a 23 de Setembro de 1956, tendo feito em 2006 50 anos, com o Clube a realizar uma série de eventos comemorativos. A lotação original era de 44.000 pessoas (com projecto para aumentar para 62.000), tendo esgotado pela 1ª vez em 1 de Fevereiro de 1959. Hoje, tem cerca de 22.000 cadeiras, num total de lugares para cerca de 32.000. Mas a maior assistência ter-se-á verificado em Outubro de 1975, quando 60.000 pessoas assistiram à vitória do Belenenses sobre o Benfica, por 4-2, alcançado os azuis a liderança do Campeonato Nacional. Geralmente considerado um dos mais belos estádios Portugueses, foi durante anos local de eleição para mostrar a ilustres visitantes estrangeiros, desde a Rainha de Inglaterra ao Imperador da Etiópia.

Hino

Fica aqui a letra.
Ilustrando o nosso emblema
Consagrado e popular
Essa Cruz que foi o tema
Das conquistas d'além-mar
Hoje como antigamente
Nada temos que temer
Belenenses para a frente
Com a certeza de vencer!

Ilustrando o nosso emblema
Consagrado e popular
Essa Cruz que foi o tema
Das conquistas d'além-mar
Hoje como antigamente
Nada temos que temer
Belenenses para a frente
Com a certeza de vencer!

Ilustrando o nosso emblema
Consagrado e popular
Essa Cruz que foi o tema
Das conquistas d'além-mar
Hoje como antigamente
Nada temos que temer
Belenenses para a frente
Com a certeza de vencer!


Alcunhas Azuis, Azuis do Restelo, Pastéis

Mascote

A mascote do Belenenses é um garoto, que é utilizado pela diretoria como forma de chamar a atenção de crianças para as escolinhas do clube. Faz parte de uma tentativa da diretoria de rejuvenescer as arquibancadas, já que o Belenenses é uma equipe antiga e que perde torcedores a cada ano.

Site

http://www.osbelenenses.com