quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Clube Futebol União

O Clube Futebol União, conhecido também por União da Madeira, é um clube português, localizado na cidade do Funchal, na Região Autónoma da Madeira. Historicamente e pese o declínio recente, é um dos mais importantes clubes de futebol da ilha, tendo já sido o segundo clube mais popular da região, granjeando especial apoio nas zonas mais altas da mesma. O clube conta com 5 presenças na 1ª Divisão Nacional, a última das quais na época 1994/1995.

 No dia 1 de Novembro de 1913, um grupo de desportistas liderado por César da Silva e onde também figuravam João Fernandes Rosa, Alexandre Vasconcelos, José Anastácio do Nascimento e José Fernandes fundou um clube que haveria de se notabilizar com o decorrer dos anos. Primeiro com a designação de União Futebol Clube e posteriormente, com o nome que ainda hoje ostenta: Clube de Futebol União.
Umbilicalmente ligado ao que haveria de ser o seu grande rival - Club Sport Marítimo - o União, nasce na sequência de uma cisão que ocorreu com o Grupo União Marítimo, uma colectividade que dispunha de alguma autonomia, cujo objectivo era a formação de jovens jogadores para a primeira equipa do Marítimo. A propriedade de uma das balizas esteve na origem da desavença, surgindo assim o União Futebol Clube, já completamente independente do Club Sport Marítimo.
O clube nasceu na zona do Almirante Reis, tendo a sua primeira sede social sido criada na Rua de Santa Maria, sendo o seu primeiro presidente Ângelo Olim Marote.


Numa altura em que o futebol não se encontrava devidamente organizado, coube aos responsáveis do União a liderança de formar um movimento associativo de forma a que a época desportiva fosse devidamente programada, nascendo assim aquela que é a actual Associação de Futebol da Madeira.


Um polémica acontecida num jogo entre o clube e o rival Marítimo em 1918, paralisa a recém criada Associação de Futebol do Funchal por cerca de 2 anos.  Só na época 1920-21 a competição regressa, com a disputa do 3ºCampeonato da Madeira. Após duas vitórias do seu rival, o União consegue aí o seu 1º Campeonato da Madeira, facto que foi muito vitoriado pelos seus indefectíveis.
A partir da época 1921-22, começa-se a realizar o Campeonato de Portugal. O representante madeirense apenas entrará na época seguinta na prova. Em 1927-28 o clube soma a sua única participação. Esteve mesmo à beira de vencer o Benfica nos quartos de final, estando a vencer 3-1 até ao último minuto de jogo, acabando no entanto por perder 3-4 nos descontos alargados.

A década de 1950 e 60 representarão as décadas de maior sucesso do clube a nível regional, advindo daí muito do prestígio popular grajeado pelo clube. a grande transformação é motivada pela vinda de um espanhol natural de Canárias que seria o grande mentor e impulsionador de uma escola de futebol cujo sucesso seria reconhecido. Pegou num grupo de jovens que disputava os torneios do Almirante Reis e fez dele um grupo de campeões. Entre estes jogadores destacaram-se: Tiago, Elmano, Abelinha, Inácio, Amândio, Chino, Luís Angélica, Ferdinando, Filipe e Salinhos entre outros. O trabalho deste treinador foi considerado importante ao construir um dos viveiros de jogadores mais importantes de Portugal. A melhor forma de homenagear este grande treinador foi vinculá-lo ao próprio hino do clube: «O União ensina, tem a escola do Medina e sabe de que é capaz».
Vem daí a base para as equipas que conseguiram o feito extraordinário de vencer por sete anos consecutivos o Campeonato da Madeira, da temporada 1955-56 até à morte do "borrego" na época 1962-63.

A ascensão do clube aos nacionais de futebol ocorreu na temporada 1979/1980 com o clube a entrar na 3ª Divisão Nacional. Após duas épocas, sobe à 2ª Divisão Nacional. O primeiro convívio com os maiores do futebol português aconteceu em 1989/1990, depois de se sagrar campeão da 2ª Divisão. Antes de participar nos campeonatos nacionais, o União foi por diversas vezes representante da Região à Taça de Portugal e à Taça Ribeiro dos Reis.

Na sua primeira época, o clube consegue se manter na divisão maior fruto de um alargamento que ocorre nesse ano. Ficará mais duas épocas - alcançando a sua melhor classificação na IªDivisão com um 12º lugar em 1990-91 - até descer à II Divisão de Honra em 1991-92. No entanto volta a subir na época seguinte, igualando a melhor classificação obtida em 1993/1994 na época de retorno à IªDivisão Nacional. No entanto e fruto de alguma instabilidade técnica, o clube abandonaria a I Divisão em 1994-95, entrando num lento declínio.
Apostado em voltar rapidamente ao convívio dos grandes, por uma razão ou outra os sucessivos projectos falham, afastando muita da sua massa adepta. Em 1998-99, com o advento da SAD's à porta, o clube cai na 2ªDivisão Zona Sul. Constitui-se um SAD, tentando recuperar a pujança de outrora, mas o clube começa a marcar passo conseguindo apenas um 3º lugar em 1999-00 e um 2º em 2000-01, face ao elevado investimento preconizado.
A equipa na época seguinte, fruto de uma maior estabilidade, consegue vencer a Zona Sul e retorna à II Divisão de Honra. No entanto, os sucessivos erros insistem em se repetir, ficando o clube em último passadas duas épocas, indo parar novamente à 2ª Divisão Zona Sul.
Este sucessivo sobe e desce, assim como o progressivo afastamento da direcção do clube em relação à sua massa adepta, provocou uma rápida erosão da sua base de apoio, que nem o início de construção do complexo desportivo do clube conseguiu estancar. A equipa nas duas épocas seguintes - novamente com elevados investimentos e outros tantos erros de "casting" - fica em 3º e 2ª falhando a subida.
A estrutura da 2ªdivisão Zona Sul muda no final de 2004/2005, passando a ter acesso às competições profissionais apenas dois clubes de um conjunto de 4 séries com 16 equipas. O União é posto na Série B 2006/2007 após um começo algo titubiante, ganho a Série. No entanto como apenas 2 equipas poderiam subir, o clube teve que disputar com o Freamunde, uma vaga de acesso, tendo os capões levado a melhor, voltando o clube a falhar num momento decisivo. conseguindo na primeira época o já referido 2º lugar, tendo na época.

Títulos

Campeonato nacional da 2ª divisão - 1988/89 e 2001/02
Campeonato da 2ª Divisão B   - 2006/07

Estádio

Campo de Futebol Adelino Rodrigues
Lotação: 2000



Alcunhas "União da Bola"

Site
http://cfuniao.yolasite.com/
http://www.cfuniao.pt.vu/