sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Sporting Clube Olhanense

O Sporting Clube Olhanense, fundado em 1912, fazia inicialmente os seus jogos no "Largo da Feira", na Praça João de Deus, algures entre a Ria Formosa e onde estão hoje as Escolas Primárias. A marcação do campo e a montagem das balizas eram feitas no próprio dia de jogo. As balizas desmontáveis eram guardadas debaixo de uma ponte existente na Rua Almirante Reis, no cruzamento com a Rua da Liberdade. As "marés vivas" eram inconvenientes, impossibilitando por vezes as partidas.
Em 1921 o Olhanense obteve o seu primeiro campo de jogo próprio, o popular "Campo da Cerca", situado na Cerca D. Maria Ventura (nas traseiras da Avenida da República, onde está hoje a Avenida dos Combatentes e a paragem dos Autocarros da Rodoviária Nacional). O primeiro jogo disputado neste terreno foi em Novembro de 1921, e o adversário foi o Sporting Clube Farense, que venceu por 3-0. No dia seguinte, ainda fazendo parte das festividades de inauguração do terreno, o Olhanense venceu o Lusitano de Vila Real de Santo António por 4-2.
A 29 de Março de 1923 o Sporting Clube Olhanense inaugurou o Estádio Padinha, num jogo frente ao seu grande rival de então, o Ginásio Clube Olhanense, partida que terminaria num empate a uma bola. Ali seria a sua "casa" durante seis décadas, e mesmo após a mudança para o relvado do José Arcanjo, o Padinha continua a ser propriedade do clube, e é onde actuam as camadas jovens do clube. O nome do Estádio foi aprovado unanimemente em reunião de Direcção, e foi escolhido como homenagem a Francisco Padinha, atleta natural de Olhão de projecção nacional, que se destacou nas modalidades de halterofilismo e Tracção à Corda.
Em 1984 o Olhanense inaugurou o seu primeiro campo relvado, o Estádio José Arcanjo (nome do proprietário do terreno, que o ofereceu ao clube) frente ao Portimonense, e é aí que tem disputado as suas partidas nas duas últimas décadas.

Regresso aos Grandes Palcos
Em 2002-2003, participa na Zona Sul da 2ª Divisão, tendo-se classificado em 10º lugar. Na época seguinte, 2003-2004, o clube ascende à 2ª Liga. Em 2004-2005, classifica-se em 9º lugar e no ano seguinte, chega a entrar na luta pela promoção à 1ª Liga, classificando-se em 5º lugar, e permanecendo na 2ª Liga até hoje. Na época 2008-2009, comandado por Jorge Costa, o Olhanense sagrou-se campeão da II Liga, lugar que garantiu a promoção da equipa ao maior escalão do futebol português. 34 anos depois da última presença na então denominada 1ª Divisão, o Sporting Clube Olhanense re-estreia-se entre os grandes do futebol português.

Estádio

O Estádio José Arcanjo, dotado de duas bancadas centrais, prolongadas pelos topos em poucos degraus, com relva natural e, inicialmente, com uma pista de atletismo em terra batida e um polidesportivo, foi inaugurado em 1984, com um jogo particular entre o SC Olhanense o Portimonense SC, um dos maiores rivais algarvios que venceu por 0-4. Aquela infra-estrura desportiva é propriedade do SC Olhanense e terá uma lotação suficiente para albergar cerca de 10 mil pessoas.
Com a presença do SC Olhanense na 1ª Divisão Nacional em meados da década de 70 começou, seriamente, a pensar-se na construção de um novo estádio para o clube. As exigências competitivas do clube e as precárias condições do Estádio Padinha assim impunham. A família Arcanjo, abastada família algarvia da cidade de Olhão, cedeu os terrenos ao clube para a construção do Estádio José Arcanjo. O início dos trabalhos de construção terão ocorrido ainda na década de 70, contudo, apenas na década de 80 é que o Estádio José Arcanjo ficou pronto, foi oficialmente inaugurado e tornou-se a casa do SC Olhanense.


Hino

Cantemos todos a hora é de Festa
O Olhanense vamos apoiar
Não há alegria maior que esta
A nossa equipa unida a jogar
Jogaremos mais e melhor
Lutaremos com arte, alegria
E sentiremos de novo o ardor
Do renascer da alma Algarvia

(REFRÃO)
Olhanense, Olhanense, à vitória
Bradam vozes das gentes de Olhão
A nossa força é a nossa história
És nosso clube, nosso campeão

E com saudade alguns recordamos
Os passados momentos de glória
Com muito treino e coragem façamos
Brilhar de novo a chama da vitória

Olhanense em ti confiamos
Tens contigo o calor da mocidade
E orgulhosos todos te aclamamos
Tu és a alma da nossa cidade

(REFRÃO)
Olhanense, Olhanense, à vitória
Bradam vozes das gentes de Olhão
A nossa força é a nossa história
És nosso clube, nosso campeão

Alcunhas Leões de Olhão

Site

http://www.scolhanense.com//