quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Eintracht Frankfurt Fußball AG

Em 1899, na cidade de Frankfurt, surgiram os dois primeiros times de futebol da região: Frankfurter Fußball-Club Victoria e Frankfurter Fußball-Club Kickers. Doze anos depois, em 1911, estes dois clubes se unem e dão origem ao Frankfurter FV (Kickers-Viktoria). Anos mais tarde, em 1920, após a fusão com o Ginástico Clube Frankfurter Turngemeind, nasce o TuS Eintracht Frankfurt.

Porém, em 1927, devido às pressões da Organização Nacional de Ginástica alemã, que detinha o controle sobre os esportes no país, o recém-criado clube teve que se separar: ginastas para um lado, jogadores de futebol para o outro. Mas, em 1966, os dois clubes formados pela separação voltam a se unir e passam a se chamar Eintracht Frankfurt, nome mantido até os dias atuais.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o Eintracht se profissionalizou e as glórias começam a aparecer. Em 1954, o clube enviou seu primeiro jogador para a seleção nacional, Alfred Pfaff, que sagrou-se campeão da Copa do Mundo atuando pela Alemanha Ocidental. Cinco anos depois, conseguiu seu principal triunfo da história e levantou a taça da Copa da Alemanha (atual Bundesliga), após vencer a temporada 1958/59.

No ano seguinte, por ter sido campeão nacional, disputou a Champions League e tornou-se o primeiro time do país a chegar na final do torneio mais importante da Europa. Em uma decisão eletrizante contra o Real Madrid, os alemães perdem por 7 a 3 e ficaram com o vice-campeonato da edição 1959/60 da liga. Ainda na mesma década (1963), se juntou aos outros clubes do país para criar a Bundesliga, onde em sua primeira participação terminou no terceiro lugar.
Escudos Antigos

Os anos 1970 e 1980 também foram marcados por glórias do time da região centro-oeste alemã. Em 1974 e 1975, o Eintracht Frankfurt conquistou seguidamente o título da Copa da Alemanha, triunfo que se repetiria nos anos de 1981 e 1988, totalizando quatro vitórias do torneio. Um pouco antes, em 1980, outra conquista importante na história do clube acontece. Em uma final alemã, Borussia Mönchengladbach e Eintracht Frankfurt se enfrentaram na disputa pelo título da Copa da Uefa. Após perder a primeira partida por 3 a 2, o time de Frankfurt reverteu o placar no jogo de volta (1 a 0) e ficou com a taça.

Fazendo contraste com o período de sucesso da equipe, a temporada de 1995/96 prefere ser esquecida pelos torcedores do clube. Neste mesmo ano, o Eintracht Frankfurt foi rebaixado para a segunda divisão e ficou fora da elite do futebol no país, para onde retornaria apenas em 1998 ao vencer a Bundesliga 2. Em sua volta, nova decepção para os seguidores do clube, que mais uma vez sofreram com a ameaça de rebaixamento. Na edição 1998/99 da liga alemã, a equipe ficou apenas acima da zona de descenso.

Ainda abalado pelos maus resultados, a agremiação enfrentou graves problemas financeiros. Na tentativa de resolver o quadro em que se encontrava, decidiu privatizar o setor de futebol do clube, criando o ‘Eintracht Frankfurt Fußball AG’. Sem obter o sucesso esperado, a má fase continuou e, em 2001, a equipe foi mais uma vez rebaixada para a segunda divisão. Retornou à elite na temporada 2002/03, onde mais uma vez amargou o descenso, de onde sairia apenas no ano de 2005.
  
Títulos

Copa da UEFA: 1980.
Campeonato Alemão: 1959.
2.Bundesliga: 1998.
Copa da Alemanha: 4 vezes (1974, 1975, 1981 e 1988).

Estádio

O Commerzbank-Arena (mais conhecido como Waldstadion) é um estádio de futebol da cidade de Frankfurt, na Alemanha. Pertence ao clube Eintracht Frankfurt, que disputa a Bundesliga.
O primeiro Waldstadion foi inaugurado em 1925 e durante a Segunda Guerra Mundial foi usado para eventos políticos. Em 1974, três partidas da Copa do Mundo foram realizadas no Waldstadion.
Tem capacidade para 52.000 torcedores. Uma de suas características principais é um monitor central com quatro telas (semelhantes aos ginásios norte-americanos) e seu teto retrátil, para proteção de dias chuvosos (o que veio a falhar na final entre Brasil e Argentina da Copa das Confederações de 2005) ou dias muito quentes (como no jogo Coréia do Sul e Togo, da Copa do Mundo).
Em Julho de 2005 passou a se chamar Commerzbank-Arena num contrato de naming rights com um banco.
O Commerzbank-Arena abrigou alguns dos jogos da Copa do Mundo de 2006, quando sua capacidade foi reduzida para 48.132 lugares.

Mascote

A águia, também presente no escudo, é a mascote do Eintratch Frankfurt. Desde 2005 o clube tem uma mascote viva, a águia Átila, pertencente ao treinador de falcões Norbert Lawitschka. Ela está presente em todos os jogos, na Arena Commerzbank, quando o Eintratch possui o mando de campo.

Alcunhas SGE ; Die Adler (Águias) ; Die launische Diva

Site

http://www.eintracht.de/