terça-feira, 13 de julho de 2010

Real Racing Club de Santander

A história do futebol na cidade de Santander é mais antiga que o Racing propriamente dito. Há registros de partidas disputadas desde 1902. Os amistosos, porém, eram sempre realizados de maneira informal, muitas vezes sem a indumentária necessária.

A criação do Racing só aconteceria em 1913, quando um grupo de jovens resolveu organizar um clube. Nos anos seguintes, o time se preocupava em firmar-se no esporte regional, disputando torneios locais de menor importância.
Como não tinha um adversário direto em sua cidade, o Racing freqüentemente se confrontava com o basco Athletic de Bilbao. A rivalidade, no entanto, não pôde ser cultivada por muito tempo, já que os clubes de Santander entraram em conflito com os de Bilbao no começo da década de 1920, quando os últimos ganharam poder na federação regional.
Daí até a criação do Campeonato Espanhol, que aconteceu em 1929, o Racing jogou pouco, devido à falta de equipes capacitadas na cidade. Mesmo com poucos jogos nos anos anteriores, o time foi lembrado para a primeira divisão da competição.
Nos dois anos iniciais, campanhas decepcionantes quase levaram o Racing à divisão de acesso. No ano 1930/31, porém, o clube surpreendeu, e teve o melhor desempenho de sua história. Foi segundo colocado do certame, ficando atrás apenas do campeão, o Atlético de Madrid.
Com seguidas boas posições no Espanhol, o Racing se firmava na elite e se aproximava cada vez mais do título. Só que a paralisação de três anos por causa da Guerra Civil Espanhola minou os planos do clube.
No retorno aos gramados, em 1939/40, o time não correspondeu às expectativas e acabou caindo à segunda divisão. Foram dez anos buscando um acesso, que só veio no fim da década de 1940.
As temporadas longe da elite parecem ter tirado o fôlego do clube. Foram cinco anos sem brilho na primeira divisão, que culminaram com o rebaixamento em 1954/55.
Começava, então, o período mais sombrio da história do Racing. Na década de 1960, o time ficou na primeira divisão em apenas duas temporadas (1960/61 e 1961/62). Nos anos 1970, também se manteve irregular, com apenas cinco participações.
Na década seguinte, mais alternância de divisões, e o Racing não conseguia boas campanhas quando estava na elite do futebol espanhol. A estabilidade só viria nos anos 1990.
Com o acesso em 1993/94, o Racing começava a se firmar entre os melhores do país. Sempre com campanhas tímidas, o clube conseguia, apesar de tudo, evitar a constante ameaça do rebaixamento.
Conseguiu, então, uma boa seqüência na primeira divisão, só quebrada em 2000/01, quando o time caiu e recuperou-se logo no ano seguinte.

Estádio

Campos de Sport de El Sardinero
Capacidade 22.500

Hino

Santander tiene un buen Club.

Con mucha y fiel afición,
que le sigue entusiasmada
y le inyecta su emoción. (Bis)

El Racing tiene una historia,
una historia limpia y noble
y, aunque llueva o sople el sur,
la afición canta este acorde:
Racing! Racing! Ra, ra, ra!
Racing! Racing! Ra, ra, ra!

Aquí el fútbol español
ha tenido un buen vivero,
nuestros internacionales
lo han probado el mundo entero.

Santander tiene un buen once
y el seguidor con entraña
siempre canta el estribillo
famoso por toda España:
A la bim bo! A la ba!
A la bim bo ba! (Bis)
Racing! Racing! Ra, ra, ra!

Apelido Montañeses

Site
http://www.realracingclub.es/