sábado, 17 de julho de 2010

Getafe Club de Fútbol

O Getafe surgiu em 1945 como um clube pequeno da região metropolitana da capital espanhola, Madrid, sem pretensões de fazer frente aos poderosos Real e Atlético. Mesmo assim, o Club Getafe Deportivo foi criado com o intuito de fomentar o esporte na pequena cidade.

A agremiação, porém, só seria confirmada no começo de 1946, quando os fundadores conseguiram confirmar a criação com a prefeitura. No início de sua história, o Getafe mandava suas partidas no “Campo del Regimento de Artillería”, que não contava com balizas. Assim, para poder atuar, o time precisava deslocar as traves do “Campo de los Sindicatos” até o gramado oficial.
Em campo, o desempenho começava a impressionar. Logo na temporada 1956/57, o Getafe conseguiu o acesso à terceira divisão nacional, e não demorou a adaptar-se a ela, já que logo no ano seguinte o clube passou perto de uma nova ascensão.
Na década de 1970, o Getafe conseguiria um novo trunfo fora dos gramados. O time inaugurava seu primeiro estádio próprio, o “Las Margaritas”. Logo nas primeiras temporadas deu sorte. A equipe conseguiu o acesso à segunda divisão em 1975/76.
O Getafe Club de Fútbol foi fundado em 1 de Setembro de 1976, quando com o nome de Peña Madridista Getafe, se inscreve tanto no Conselho Superior de Esportes como na Federação Territorial Castelhana.. Durante quatro temporadas, o Getafe disputou diferentes categorias, até que na temporada de 1980 passa a se chamar Club Deportivo Peña Getafe. O clube teve esta denominação por duas temporadas, até que, finalmente, em 10 de julho de 1982, funde-se com o então existente Club Getafe Promesas.
O clube utiliza-se dessa denominação até agosto de 1983, quando realmente assume o atual nome :GETAFE CLUB DE FÚTBOL. Referendado e definitivo, é aprovado na Assembléia Geral de Associados no dia 8 de Julho deste ano.


Recomeçando em ligas regionais em 1983/84, Getafe foi promovido por quatro temporadas seguidas até participar da Segunda División B. O clube permaneceu nessa divisão, até à sua promoção à Segunda División na temporada 1994-95, permanecendo por lá por duas temporadas.
Enquanto o clube era despromovido a Segunda Divisão B da Espanha na temporada 97/98, foi inaugurado 1º de Janeiro de 1998 o seu atual estádio: o Coliseum Alfonso Pérez.
O time retornou a Segunda División logo na temporada seguinte (99/00). Nessa mesma temporada, retornam a Segunda División B. O retorno foi rápido, duas temporadas depois do descenso o time voltava a Segunda Divisão Espanhola. Consolidado nessa divisão, o Getafe consegue sua promoção com o 3º lugar no campeonato 03-04, ficando atrás apenas do Levante UD(campeão) e do CD Numancia ( vice).
Em seu ano de estréia, os Azulones terminaram em 13º lugar, excelente para um estreante, e foi coroado com uma vitória sobre o poderoso Real Madrid. Na temporada seguinte,05/06, o clube ficou em 9º com 54 pontos.
A temporada 06/07 foi a mais vitoriosa da história do clube. No campeonato espanhol terminou em oitavo, com 52 pontos. Porém isso acabou em segundo plano, pois nessa mesma temporada o Getafe foi ainda mais longe. Após passar por: Xerez, Valencia, Osasuna e Barcelona pela Copa do Rei , chegou a final desta competição contra o Sevilla FC. Entre esses jogos, vale ressaltar a semifinal contra o Barcelona, que no jogo de ida venceu o Getafe por 5-2. Na volta, os Azulones precisavam abrir quatro gols de diferença para passarem e foi o que fizeram, vencendo por 4-0.

Na final, com um gol de Kanouté, o Sevilla evitou que o Getafe atingisse seu primeiro título na história, porém o vice campeonato garantiu a classificação do clube para a Copa da UEFA pelo fato do Sevilla já estar classificado para a Champions League. Esta excelente temporada fez com que Schuster, seu treinador, fosse contratado pelo Real Madrid.
Com a vaga na Copa da UEFA assegurada, o clube pode fazer alguns investimentos, trazendo algumas jovens promessas de times espanhóis, como De la Red e Kepa, e jovens do futebol sul-americano (casos de Ustari e Albin).

Apesar do fraco desempenho no campeonato espanhol (apenas o 14° lugar), esses investimentos valeram a pena. Na Copa da UEFA, chegou até as quartas-de-final, quando foi eliminado pelo Bayern de Munique (mesmo após estar vencendo por 3-1 na prorrogação, cedeu o empate no último minuto de jogo e, assim, perdendo a vaga na fase seguinte em virtude dos gols marcados fora).
Na Copa do Rei, o time foi ainda mais longe. Após passar por Burgos, Levante, Mallorca, Racing Santander, o clube chegou a final contra o Valencia. Na final, realizada no Estádio Vicente Calderón, como no ano anterior, o título escapuliu das mãos do Getafe. Com gols de Alexis, Mata e Morientes, o Valencia venceu a partida por 3-1 ( Granero, de pênalti, descontou para o Getafe).
Apesar de não ter conquistado nenhum título, a temporada excelente para o time, que ganhou destaque no contexto europeu (com a boa campanha na Copa da UEFA) e consolidou sua imagem em campos espanhóis (com o novo vice-campeonato na Copa do Rei).

Estádio

O Coliseum Alfonso Pérez é o estádio do Getafe Club de Fútbol. Se localiza na cidade de Getafe, nos arredores de Madrid, mais precisamente no bairro Getafe Norte.
O estádio foi construído em 1998. Hoje, depois de várias reformas e ampliações, tem a capacidade para 16.000 pessoas. As arquibancadas norte e leste ficam sobre colinas naturais. Recentemente, a arquibancada oeste recebeu uma cobertura.
O nome do estádio é em homenagem ao jogador Alfonso Pérez. Curiosamente, Alfonso (como era conhecido) nunca jogou pela equipe, nem ao menos enfrentou o clube. A homenagem se deu pois Alfonso é natural de Getafe, sendo o jogador de futebol mais famoso dessa cidade. Além disso, em 1998 o jogador se encontrava no alge de sua carreira quando atuava pelo Real Bétis.

Hino

Oh! Getafe Club de Fútbol

siempre alcanzas la victoria,
y tus triunfos son motivo
que te llevan a la gloria.

En tu juego la nobleza
va unida a la gallardía,
es tu emblema la bidalguia
y tu escudo es el valor.

(Estribillo)
Lucha Getafe con gallardía
tus jugadores leones son,
y cuando avanzas exclaman todos
viva el Getafe que es el mejor.

Sigue la ruta que hasta ahora llevas
llena de triunfos, honra y honor,
hasta que todos decirte puedan
viva el Getafe que es campeón.

A la lucha por la gloria
va el Getafe Club de Fútbol,
y va formando su historia
con triunfos para el futuro.

Sus defensas y portero
forman valla infranqueable,
sus medios y delanteros
son de empuje arrollador.

(Estribillo)
Lucha Getafe con gallardía
tus jugadores leones son,
y cuando avanzas exclaman todos
viva el Getafe que es el mejor.

Sigue la ruta que hasta ahora llevas
llena de triunfos, honra y honor,
hasta que todos decirte puedan
viva el Getafe que es campeón.

Alcunhas Azulones  ;  Geta

Site
http://www.getafecf.com/