terça-feira, 2 de novembro de 2010

Football Club des Girondins de Bordeaux

Em 1881 foi criada a ‘Société de gymnastique et de tir des Girondins’, clube esportivo de esportes como tiro esportivo, natação, esgrima, equitação e outros. Era presidido por André Chavois, tinha a sede na rua Sanche de Pomiers e ficou com essas atividades até 1910, quando, após pressão dos sócios do clube, foi integrado o futebol nas atividades.
Em 1919, o clube mudou sua sede para a rua Henry IV e depois se fundiu ao Argus Sport para reforçar todo o setor esportivo do clube. Em 1920 disputou a sua primeira partida oficial.

Em 1933 o time profissionalizou-se, entrando em uma das divisões mais baixas da Liga Francesa. Em 1936 se uniu ao rival regional, Bordeaux FC, formando o Girondins de Bordeaux Football Club. Depois, entrou na segunda divisão, equivalente hoje à Ligue 2, para disputar a temporada 1937/38.

Durante a Segunda Guerra, a agremiação se manteve como todas as outros do país, jogando apenas campeonatos regionais. Nesse período, o Bordeaux se fundiu ao Association Sportive du Port, formando o Girondins A.S.P. O novíssimo clube venceu a sua primeira Copa da França em 1941. Depois da guerra, o time aumentou a qualidade de seu futebol e tal desempenho o fez subir à primeira divisão em 1948/496.

Em 1949/50 o clube conquistou o seu primeiro título nacional, quando ficou de dezembro até o fim do campeonato, em maio, sem perder uma única partida. O técnico dessa quipe vencedora, André Gerard, escrevia ali o seu nome na história do clube, comandando jogadores como o holandês Johannes De Harder e o polonês Edouard Kargulevicz (Kargu).

Depois, a equipe disputou a Copa Latina de 1950 e de 1951, enfrentando times como Lazio, Atlético de Madrid, Lille, Sporting e Milan, mas acabou perdendo as duas edições para o Benfica na final.

Nos anos 1960, o time teve a presença de jogadores como Christian Montes, André Chorda, Didier Couécou e Jacques Simon. Participou de sua primeira copa européia, mas ainda assim teve um início de declínio no seu futebol, que durou inclusive até a metade da década de 1970.

O Bordeaux até chegou à final da Copa da França em 1964, 1968 e 1969, mas perdeu em todas as ocasiões. Já na década de 1970, revelou atletas chamados para a seleção francesa como Jean Gallice, Philippe Bergeroo e Alain Giresse, mas não obteve sucesso imediato e, no ano de 1978, quase caiu para a segunda divisão.

Nos anos 1980, o clube teve a direção de Aimé Jacquet, e o ex-jogador teve a responsabilidade pela revelação de jogadores como Raymond Domenech, Dominique Dropsy, Francois Bracci, Thierry Tusseau, Marius Trésor, José Touré e Jean Tigana, além dos irmãos croatas Zlatko e Zoran Vujovic. O resultado: os títulos nacionais de 1983/84, 1984/85 e 1986/87, além das Copas da França de 1985/86 e 1986/87.

No entanto, o clube vendeu os seus jogadores para fazer caixa e deixou de desempenhar um bom futebol. A queda foi vertiginosa, fazendo os girondinos caírem para a segunda divisão em 1990/91.

Na temporada seguinte, o clube já estava de volta à elite do futebol francês. Contando com renomadíssimos jogadores como Bixente Lizarazu, Christopher Dugarry e Zinedine Zidane, se classificou para a Copa da Uefa de 1995/96. A equipe, inclusive, chegou à final da competição, perdendo para o Bayern de Munique.

Depois, o alto nível foi mantido e o clube venceu o quinto título nacional em 1998/99. No ano 2001/02 o clube contou com o brasileiro Eduardo Costa e venceu a sua primeira Copa da Liga Francesa. Em 2006/07 faturou a segunda.

O maior feito do clube até hoje foi disputar a final da Copa UEFA de 1995-96. Na temporada de 2008-2009, o Bordeaux ganhou de tudo, a Ligue 1, a Copa da Liga Francesa e a Supercopa da França. No ranking atual da UEFA, atualizado em 19 de março de 2010, ocupa a vigésimo primeira posição do continente, segundo melhor colocado da França. O Bordeaux pertence ao grupo de televisão francês M6 desde 2001.

Títulos

Campeonato Francês: 1949-50, 1983-84, 1984-85, 1986-87, 1998-99 e 2008-09
Segunda Divisão Francesa: 1991-92
Copa da França: 1940-41, 1985-86 e 1986-87
Copa da Liga Francesa: 2001-02, 2006-07 e 2008-09
Supercopa da França: 1986, 2008 e 2009

Estádio

O Stade Jacques Chaban-Delmas (antigo Parc Lescure) é  a casa do Bordeaux. Sua capacidade é de 34.694 espectadores.
Construído em 1924 como um parque de esportes, foi transformado num estádio em 1938, com o nome de Parc Lescure. Nesse mesmo ano, foi sede de dois jogos da Copa do Mundo de 1938. Ambos tiveram a Seleção Brasileira como vencedora: Brasil 2x1 Tchecoslováquia e Brasil 4x2 Suécia.
Reformado duas vezes mais em 1987 e 1998, recebeu seis partidas da Copa do Mundo de 1998 e quatro da Copa do Mundo de Rugby de 2007.
Em 2001, mudou o nome para Stade Jacques Chaban-Delmas em homenagem ao político, Primeiro Ministro francês entre 1969 e 1972, que faleceu em Novembro de 2000.
 
Alcunhas FCGB ; Les Girondins ; Le club au scapulaire ; Les marine et blanc

Site

http://www.girondins.com/