terça-feira, 9 de junho de 2009

Cardoso Moreira Futebol Clube

Fundado no dia 19 de março de 1935, o Cardoso Moreira Futebol Clube passou mais de 70 anos de sua história disputando apenas campeonatos de futebol amadores. Localizado no Norte Fluminense, na cidade homônima da agremiação, o time obteve sucesso nos torneios regionais do interior do Estado do Rio de Janeiro durante quase toda sua existência.

Somente no ano de 1994, quando a diretoria decidiu profissionalizar a prática do futebol no clube, a equipe conseguiu um título de maior importância. O Marreco, como é chamado por seus torcedores, conquistou a terceira divisão do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, se credenciando para disputar a segunda divisão no ano seguinte.

Porém, por mudanças que ocorreram na prefeitura da cidade, um dos principais incentivadores do clube, o Cardoso Moreira teve que voltar para o amadorismo e se contentar com as competições do interior do Norte Fluminense.

Dez anos depois, a direção do clube resolveu se aventurar novamente no profissionalismo e preparou o elenco para a disputa da terceira divisão do estadual de 2006. Sem muitas pretensões de fazer uma boa campanha, o improvável aconteceu. O Marreco conquistou pela segunda vez o título da terceira divisão e passou a sonhar com a elite do futebol fluminense.

Em 2007, já na segunda divisão do Campeonato Estadual, a equipe tricolor não tinha muitas esperanças de conseguir o acesso para o primeiro escalão do futebol do Rio. Até a competição daquele ano, nenhuma equipe estreante havia conseguido a vaga.

As primeiras rodadas, ainda sob o comando do técnico Rubinho, não foram muito animadoras, e mostravam que o caminho até o sonho de ingressar na elite seria difícil. A solução encontrada foi a troca de treinador. Saiu Rubinho e entrou Mário Marques.

Com a substituição do responsável pela comissão técnica, o time recuperou a confiança e começou a obter melhores resultados. Após um campeonato longo e exaustivo, o Cardoso Moreira terminou na quarta colocação, conseguindo uma das cinco vagas para a primeira divisão do Estadual do Rio. O feito inédito estava concretizado.

Classificação confirmada, os olhares de todos se voltaram para a pequena cidade de Cardoso Moreira, que possui pouco mais de 12 mil habitantes. Um dos fatos mais comentados sobre o clube foi a sua prestação de contas disponibilizada em seu site oficial (www.cmfc.com.br). Na área destinada às finanças da agremiação, todos as despesas são computadas e ficam à disposição dos visitantes.

Infelizmente o Cardoso Moreira não foi bem 2008 e, ao lado do América, acabou caindo. Em 2009 o Cardoso Moreira disputará a segunda divisão do Campeonato Estadual do Rio.

Estádio

O Cardoso Moreira atua no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, o popular Ferreirão, localizado na própria cidade de Cardoso Moreira. O estádio tem capacidade para mil espectadores aproximadamente e sua tribuna de honra chama-se "Tribuna Agnaldo Jacinto da Silva". Suas cores são preto, vermelho e o branco, sendo assim conhecido como o Tricolor Cardosense.

Títulos

Campeonato Carioca da Terceira Divisão: 1994 e 2006

Mascote

Devido ao grande número de inundações que a cidade sofreu, em virtude das fortes chuvas que costumam atingir a região, Cardoso Moreira ficou conhecida como a “Cidade das Enchentes“. A mais grave delas aconteceu em 1997, quando mais de 80% de seu território ficou debaixo d’água.

Com o apelido, os moradores das cidades vizinhas passaram a chamar os habitantes da cidade de “Marrecos“. O presidente do clube não encarou o tratamento como gozação e decidiu adotar a figura do animal como mascote do Cardoso Moreira.

Site

http://www.cmfc.com.br/ - fora do ar