quarta-feira, 9 de junho de 2010

Real Federación Española de Fútbol

A Espanha não se classificou para a Copa do Mundo de 1930, a primeira da história. Em 1934, em sua primeira participação, a seleção chegou às quartas-de-final, mas foi eliminada pela Itália no jogo de desempate.
Na Copa seguinte, em 1938, a Espanha novamente não se classificou e só voltou a disputar um mundial em 1950, no Brasil. Isso ocorreu porque as Copas de 42 e 46 tiveram de ser canceladas por conta da Segunda Guerra Mundial.
Na edição da Copa realizada no Brasil, a Espanha terminou em quarto lugar no quadrangular final, ficando atrás do Uruguai, do Brasil e da Suécia. Posteriormente, a equipe não se classificou novamente às Copas de 1954 e 1958.


Em 1962, na Copa realizada no Chile, a seleção da Espanha ficou apenas em 12º lugar. A equipe caiu na primeira fase da competição  no grupo que tinha Brasil, Tchecoslováquia e México.
Em 1966, a Espanha chegou à Inglaterra sob a condição de favorito, pois havia sido campeã europeia em 1964. Ainda assim, a equipe foi eliminada novamente na primeira fase ao ficar em terceiro no grupo que continha Alemanha Ocidental, Argentina e Suíça.
Depois do fracasso na Copa de 66, a equipe não se classificou para os mundiais de 70 e 74. Em 1978, na Argentina, a equipe foi novamente eliminada na primeira fase. Apenas em 1982, na Espanha, a seleção conseguiu chegar à segunda fase.
A equipe, no entanto, ficou em terceiro lugar no grupo com Alemanha Ocidental e Inglaterra e foi eliminada. Terminou o mundial em 10º lugar, na classificação geral. Em 86, no México, a equipe foi mais longe. Caiu no grupo do Brasil e ficou em segundo lugar. Nas oitavas-de-final goleou a Dinamarca por 5 a 1, no jogo em que Butragueño marcou 4 gols. Nas quartas, no entanto, a equipe foi eliminada pela Bélgica, nos pênaltis.
Em 1990, na Itália, a Espanha se classificou em primeiro lugar na fase de grupos, mas foi eliminada nas oitavas-de-final pela Iugoslávia, na prorrogação. Em 1994, a Espanha chegou aos EUA tendo de enfrentar a poderosa Alemanha logo na fase de grupos.
A equipe foi a segunda colocada no grupo e nas oitavas encarou a Suíça. Venceu por 3 a 0 e foi para as quartas contra a Itália. Na ocasião, o time foi eliminado por 2 a 1 pela seleção que, posteriormente, decidiria o título com o Brasil na final.
Em 1998, na França, a Espanha teve sua pior participação em Copas do Mundo. Ficou apenas em 17º lugar e foi eliminada ainda na primeira fase. O grupo da seleção tinha também Nigéria, Paraguai e Bulgária. A equipe venceu a Bulgária, empatou com Paraguai e perdeu para a Nigéria.
O mau desempenho na Copa da França fez com a equipe entrasse ligada no mundial seguinte. A seleção foi cabeça-de-chave e caiu no grupo com África do Sul, Paraguai e Eslovênia. Venceu os três jogos e nas oitavas enfrentou a Irlanda. Venceu nos pênaltis e se classificou para enfrentar a Coréia do Sul, nas quartas. A equipe, no entanto, não resistiu aos anfitriões e foi eliminada também nos pênaltis.
Na última Copa, na Alemanha, a Espanha novamente venceu os três jogos e se classificou como primeiro colocado no grupo. Nas oitavas enfrentou a França e até conseguiu segurar Zidane e outros na primeira etapa. No segundo tempo, no entanto, a equipe não conseguiu deter a equipe francesa e perdeu por 3 a 1 para a seleção que posteriormente seria a segunda colocada do torneio.
  
Títulos:

2 Eurocopas :1964, 2008


Site
www.rfef.es/