quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Associação Cultural e Desportiva Potiguar


O Potiguar foi fundado em 11 de fevereiro de 1945, fruto da fusão do Esporte Clube Potiguar e a Sociedade Desportiva Mossoró. Inicialmente, se chamava Associação Desportiva Potiguar. Só depois é que adotou o nome de Associação Cultural e Desportiva Potiguar.

Com essa fusão, o Tenente Edward Monteiro de Medeiros foi o primeiro presidente da história do Alvirrubro. Desde o princípio até os dias atuais, o clube tem como presidentes de honra, José Fernandes Vieira e Jerônimo Vingt Rosado, ambos já falecidos.

Em 1951, o Potiguar viria a conquistar seu primeiro campeonato municipal. Craques como Dequinha (ex-Flamengo e Seleção Brasileira) e Bira (que jogou no futebol Europeu) entre outros, foram os responsáveis pelas primeiras conquistas do clube.

Em 1974, o clube viria a participar de seu primeiro campeonato estadual. Estreou no dia 11 de agosto, enfrentando a equipe do ‎América e perdeu por 3 a 1. Em sua segunda partida, enfrentou o Alecrim, novamente derrotado, desta vez por 1 a 0, mesmo resultado no jogo contra o Riachuelo. Nesta primeira fase do campeonato estadual o clube viria a perder todos os jogos.

A superação veio no segundo turno: enfrentou e venceu por 3 x 0 Alecrim; 1 x 0 ABC e empatou 1 x 1 Riachuelo, terminando em primeiro na chave, à frente do ABC. Classificou-se para as finais do turno, no qual obteve dois empates por 0 x 0 contra ABC e ‎América, vencendo o Força e Luz por 1 a 0. Como houve empate nos pontos entre Potiguar, ABC e ‎América, foi necessária a disputa de uma decisão extra para se conhecer o campeão do segundo turno. O Potiguar perdeu por 1 x 0 ‎América e empatou 1 x 1 ABC, ficando na terceira posição.

No terceiro turno, a equipe ficou em segundo lugar. Os resultados foram: Potiguar 2x1 Riachuelo; 0x1 ABC, 2x1 ‎América, 0x0 ‎América e 2x1 Força e Luz. Terminou o turno em segundo e, na classificação geral ficou na quarta posição. O ano de 2004 ficou marcado para a Cidade de Mossoró pela conquista do seu primeiro titulo estadual. Um presente ao povo mossoroense dado pelo Potiguar, que ergueu o troféu após uma final história contra o América. No primeiro jogo, em Mossoró, venceu por 4x0. No jogo final, em Natal, perdeu por 1x0, placar suficiente para garantir-lhe a conquista inédita. Neste campeonato, o Time Macho, como é conhecido no cenário futebolístico, teve também no atacante Canindezinho, o artilheiro da competição, com 14 gols.

Em fevereiro de 2005, quando das comemorações do 60º aniversário do Potiguar, o jornalista e radialista Lupércio Luiz de Azevedo escreveu sobre o clube. Com riqueza de detalhes, destacou não só a história de um dos maiores clubes sociais do estado, mas também de um time nascido para vencer. Foi no livro “Potiguar – 60 anos de glórias e conquistas”.

Clássico Potiba

O primeiro clássico envolvendo Potiguar e Baraúnas, hoje conhecido como Potiba, aconteceu no dia 15 de maio de 1960, em partida válida pelo Torneio Início do campeonato local da temporada. No tempo normal de jogo o confronto terminou em 0 a 0 (zero a zero). Na cobrança de tiros livres da marca do pênalti, o time alvirrubro venceu pela contagem de 4 a 3.

Outro detalhe importante na história desse confronto tem sido as goleadas. A maior goleada aplicada pelo Baraúnas no Potiguar foi no dia 31 de maio de 1962, em jogo amistoso no estádio da Rua Benjamim Constant, Baraúnas 7, Potiguar 0. A maior goleada do Potiguar no Baraúnas aconteceu no dia 19 de setembro de 1965, jogo válido pelo campeonato local, Potiguar 7, Baraúnas 0.

O campeonato potiguar de 2006 foi decido em dois Potibas, ambos 0 X 0, ficando o título nas mãos do Baraúnas.

Foi num Poti-Ba ou Potiba, que seria registrado pela primeira vez na história do futebol potiguar um gol de goleiro, de trave a trave. Há quem diga que foi o primeiro gol direto de trave a trave na história do futebol brasileiro. Isto ocorreu no dia 17 de fevereiro de 1963. O autor da façanha foi o arqueiro do Baraúnas, Xavier Oliveira. Na trave oposta encontrava-se o goleiro do Potiguar, Dedeca de Grossos. Placar final da partida: Baraúnas 3 a 0.

Títulos

Regionais
Copa Rio Grande do Norte/Ceará: 1993.

Estaduais
Campeonato Potiguar: 2004.
Vice-Campeonato Potiguar: 2008.
Vice-Campeonato Potiguar: 2006.
Campeonato Potiguar da Segunda Divisão: 1981.
Torneio Inicio: 1979.

Outras Conquistas
Taça Cidade do Natal: 2008
Torneio Natal/Mossoró: 1967
Campeonato Mossoroense: 19 vezes (1951, 1952, 1953, 1954, 1955, 1957, 1964, 1965, 1966, 1968, 1969, 1971, 1973, 1975, 1976, 1980, 1985, 1986 e 1987).


Estádio
Estádio Leonardo Nogueira (Nogueirão)
Capacidade 25000
Inauguração 24/06/1967 - Ceará 2 X 0 Seleção de Mossoró
Primeiro Gol: Mozar (Ceará)
Proprietário: LDM (Liga Desportiva de Mossoró)

Hino - Guerreiro Alvirrubro
Autor: José Fernandes Vidal (1976)

Sobre o branco das salinas
Vibra o sangue de um guerreiro
Alvirrubro, cuja sina
É chega
r sempre primeiro

Tradição de gente forte
Sempre pronta pra lutar
Com a nobreza do esporte
És meu Potiguar

A ruidosa charanga
Bandeiras bailam no ar
Uma torcida se inflama
Potiguar, Mossoró, Potiguar.

Cada passo, nova glória
Que a his
tória floriu
Desta jóia que hoje brilha
O Nordeste do Brasil

Mascote
Principe
O Mascote nada tem a ver com o apelido do clube, "Time Macho"








site: http://
www.potiguardemossoro.com.br