sexta-feira, 3 de julho de 2009

Clube Esportivo Guará


O Clube Esportivo Guará foi fundado em 14 de julho de 2004. A iniciativa partiu do empresário José Paulino de Oliveira, que há muito tempo sonhava em criar uma equipe de futebol.

A vontade do amante do esporte era tão grande que o C.E.G. levou apenas três dias para ser criado. Já no primeiro ano de existência, a equipe mostrou a que veio. Na disputa da segunda divisão do Brasiliense de 2004, a equipe da cidade satélite de Guará ficou na terceira colocação, atrás apenas de Santa Maria e Paranoá, que conseguiram o acesso à primeira divisão.

No ano seguinte, a equipe bateu na trave de novo. O investimento na equipe de futebol aumentou e o Tigre do Planalto Central chegou na segunda colocação do campeonato. Mas com a mudança na regra, apenas o campeão, que foi o Capital, se classificou à primeira divisão do Campeonato Brasiliense do ano seguinte.

Em 2006, sob a direção de José Paulino da Silva, que adotou uma gestão inovadora, o time do C.E.G. cresceu muito. A equipe finalmente conseguiu conquistar o seu primeiro título, a segunda divisão do Campeonato Brasiliense daquele ano.

Naquele campeonato, após oito rodadas, o Tigre do Planalto Central acabou sem uma derrota sequer e 20 pontos, apenas dois a mais do que o vice-campeão Samambaia. Em um time comandando pelo técnico Marquinhos Bahia e pelo centroavante Leandro Porto, a equipe do C.E.G. terminou a competição com o segundo melhor ataque e a melhor defesa da competição.

Em 2007 veio mais uma vitória. No primeiro ano em que disputou a primeira divisão do Campeonato Brasiliense, o Tigre do Planalto Central já chegou à segunda colocação, perdendo apenas para o Brasiliense, que se sagrou tetracampeão brasiliense naquele ano.

Após dois anos na divisão principal, acabou rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Metropolitano de Futebol na temporada 2008.

Títulos

Campeonato Brasiliense - 2ª Divisão: 2006.

Estádio

O Estádio Antônio Otoni Filho, mais conhecido como CAVE, é um estádio de futebol localizado na cidade-satélite do Guará, Distrito Federal, Brasil. Foi inaugurado em 1977 e tem capacidade para aproximadamente 7.000 pessoas. Seu apelido, CAVE, é a sigla para Centro Administrativo Vivencial e Esporte, complexo de lazer do Guará onde se encontra o estádio e que conta, entre outras estruturas, com um ginásio coberto, um kartódromo, um teatro de arena e a Feira do Guará.

No CAVE, mandam seus jogos as três equipes da cidade, Esportivo Guará, Guará e Capital, além do Brasília, time do Plano Piloto, que decidiu se mudar para o CAVE ante a iminente demolição do Mané Garrincha, estádio onde mandava seus jogos.


Mascote

A mascote do Clube Esportivo Guará é o tigre. O animal foi escolhido como um dos símbolos do clube por sua força e também por ser um dos mais ferozes. Com isso, os torcedores do Guará tentam adotar o mesmo espírito do felino, assim como seus jogadores.