sexta-feira, 31 de julho de 2009

América Futebol Clube

O América foi fundado no dia 02 de agosto de 1939, dentro da família Teixeira, sendo Amadeu Teixeira Alves um dos fundadores ao lado do irmão Artur, em Manaus.

O América teve seus primórdios no colégio Dom Bosco, no centro de Manaus, na década de 30.

Com o passar do tempo, os irmãos Teixeira, souberam continuar o trabalho e levaram o América à primeira divisão da antiga F.A.D.A. (Federação Amazonense de Desportos Atléticos).

Possui um uniforme idêntico ao América carioca e sua sede localiza-se num aristocrático bairro da zona centro-sul de Manaus, o parque 10 de novembro.

Realiza seus treinamentos no centro social urbano do mesmo bairro, ou no campo do “formigão” na zona centro-oeste.

Possui 5 títulos amazonenses, 1951, 1952, 1953, 1954 (daí em seu hino citar que é tetracampeão) e 1994, quando na final, derrotou o Nacional nos pênaltis.

Disputou apenas uma vez o Campeonato Brasileiro, em 1983, quando foi eliminado pelo Izabelense de Belém(PA), era a taça de bronze, ou terceira divisão. Foi vice-campeão da Copa Amazônia em 1993, quando na semi-final eliminou o time do municipal de Maués(AM) e chegou à final contra o São Raimundo.

O América manteve o mesmo treinador por mais de 50 anos: Amadeu Teixeira, substituído em 2006 por Artur Teixeira.

Em 2009 ,de time pequeno, sempre entre últimos da tabela em campeonatos anteriores, o América emplacou um arrancada heróica e conquistou, ontem, no Vivaldo Lima, o sexto título estadual de sua história, impondo uma derrota maiúscula por 3 a 0 sobre o poderoso Nacional, que tentava o 41º título. Os gols foram marcados pelo zagueiro Guará e os atacantes Diego e Ronildo, respectivamente. O clube cujo dono é lendário Amadeu Teixeira vai ficar na história do Vivaldão como o último a sagrar-se campeão antes da demolição do Estádio para dar lugar à Arena da Amazônia.

Títulos

Campeão Amazonense 1951/1952/1953/1954 , 1994 e 2009

Estádio:

Vivaldo Lima - Vivaldão
Capacidade: 55.000 torcedores

Hino

Autor: Daniel Sales (1998)


Força da raça e da vitória
América do meu coração
No Amazonas não tem igual
Vermelho e branco tradicional
Tu vens da luta de uma raça
Vermelho e branco o teu valor
Em tuas hostes exercitas
A juventude, a esperança e o labor
No futebol és a conquista
Da força rubra destemida indolor!
Tetracampeão!
América do meu coração!
Tua torcida nunca ti esquece
A tua luta é inconteste
Em 2 de agosto de 39
Nasceu a fama que nos comove
(BIS) da chama ardente americana
Se fez a luz rubra da vitória
América! América! América! meu coração!
América! América! América! minha paixão!

Mascote

Diabo

Site

http://www.amigosdoamerica.com