segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Aston Villa Football Club

O Aston Villa Football Club começou a ganhar forma em 1874, quando quatro amigos - Jack Hughes, Frederick Matthews, Walter Price e Willian Scattergood - decidiram fundar o Villa Cross Wesleyan Chapel, time de críquete, esporte muito praticado na Inglaterra. O primeiro jogo da equipe ocorreu no mesmo ano, mas sob regras inusitadas. O primeiro tempo foi jogado como uma partida de rúgby e o segundo como futebol, mas mesmo assim o Villa venceu por 1 a 0, gol de Hughes.
Na temporada 1886/87, o clube conquistou seu primeiro título e confirmou ser um dos melhores do país, com apenas 13 anos de existência. O caneco veio após a vitória por 2 a 0 contra o West Brom, na final da Copa da Inglaterra.
Em 1888, o time estava entre as 12 equipes que fundaram a Liga de Futebol do país. A primeira conquista do Campeonato Inglês veio em 1893/94. O ano seguinte foi ainda mais glorioso. O clube voltou a vencer a competição nacional e pela segunda vez na história ganhou a Copa da Inglaterra, fazendo a sua primeira “dobradinha” e firmando sua hegemonia no cenário inglês.
O domínio continuou e, na temporada 1896/97, o Aston Villa conquistou mais uma vez os dois torneios mais importantes do país, vencendo quatro títulos em três anos. Um ano mais tarde, o time trocou de estádio, mudando-se para o Aston Lower Grounds, chamado pelos torcedores da Villa Park. Na competição seguinte, em 1898/99, ganhou seu quarto Campeonato Inglês, depois de vencer os rivais do Liverpool por 5 a 0 na última rodada.
O clube iniciou o século 20 como terminou o anterior: vencendo. Logo conquistou mais um Campeonato Nacional, seu quinto na história. Em 1904/05, o time venceu pela quarta vez a Copa da Inglaterra, ao derrotar o Newcastle por 2 a 0.
Em 1909/10, o Aston Villa voltou a conquistar o Campeonato Inglês, após dez anos de jejum, mas com boas seqüências de resultados, terminando as competições anteriores sempre entre os melhores do país. Três anos depois, a equipe ganhou sua quinta Copa da Inglaterra, derrotando o Sunderland, por 1 a 0, na final.
O título trouxe novas esperanças aos torcedores do clube inglês, mas com a Primeira Guerra Mundial o futebol no país foi suspenso. As competições oficiais retornaram apenas em 1919 e, já nesta temporada, o time voltou a ganhar a Copa da Inglaterra, batendo o Huddersfield Town, por 1 a 0.
Nos anos 1930 o Villa não repetiu os bons resultados de outras décadas e um dos mais vitoriosos clubes do país e do mundo acabou rebaixado na temporada 1935/36, voltando à elite do futebol inglês em 1938.
Com a Segunda Guerra, o futebol só voltou a ser praticado na Inglaterra em 1946, mas muitas carreiras haviam sido encerradas em decorrência dos conflitos. O Aston Villa não voltou a apresentar bons resultados, fazendo campanha medianas nas décadas seguintes, mas revelando bons jogadores, como Danny Blanchflower, Tommy Thomson e Peter McParland, que foi o herói da sétima conquista da Copa da Inglaterra, em 1956/57, marcando os dois gols da vitória do time contra o Manchester United.
A conquista não foi suficiente para o clube voltar a brilhar no país e reconquistar a hegemonia de décadas anteriores, terminando as temporadas seguintes muito próximo ao rebaixamento. A queda de divisão não tardou e, em 1958/59, o time foi para a segunda divisão, pela segunda vez, retornando à elite no ano seguinte.
Em 1966/67, sob o comando do técnico Dick Taylor, a equipe acabou novamente rebaixada. Com problemas financeiros, o clube trocou de presidente e de treinador. A crise instalou-se no time e, na temporada 1969/70, veio o descenso para a terceira divisão.
Dois anos mais tarde voltou ao segundo escalão, e em 1976/77, sob o comando de Ron Saunders, retornou à primeira divisão nacional.
O período negro da equipe na década de 1970 serviu de lição e o Aston Villa fez dos anos 1980 os mais gloriosos da sua história. Na temporada 1980/81, os Leões, como a torcida chama o time, após 71 anos, conquistaram pela sétima vez o Campeonato Inglês, e classificaram-se para disputar o principal torneio europeu: a Liga dos Campeões.
Com a disputa da inédita competição, o clube começou mal o Campeonato Inglês e o técnico Saunders foi demitido. Em seu lugar assumiu Tony Barton, que levou o time à final do torneio, após vencer equipes como o Dínamo Kiev e Anderlecht.
Na decisão, em Rotterdam, Peter Withe anotou o único gol da partida contra o Bayern de Munique, tornando-se um dos heróis daquele jogo. Outro responsável pelo título foi o goleiro Nigel Spink, que substituiu o titular na posição Jimmy Rimmer faltando dez minutos para acabar o confronto e segurou o resultado.
Um ano depois, a equipe também ergueu o troféu da Supercopa Européia, derrotando o Barcelona, da Espanha. Nos anos seguintes a seqüência de conquistas não prosseguiu e culminou em mais um rebaixamento, em 1986/87, mas a má fase não durou muito e a equipe retornou à primeira divisão dois anos mais tarde, em 1989.
Em 1992, o Aston Villa foi um dos membros fundadores da Premier League – como é chamado o Campeonato Inglês – e terminou a temporada inaugural da competição na segunda colocação, atrás do Manchester United.
Nas temporadas seguintes, o clube alternou seus resultados e o comando técnico, terminando em posições medianas na tabela, mas estabilizando-se na primeira divisão. Em 2006, após 23 anos como presidente e como maior acionista da equipe, o inglês Martin O’Neill decidiu vender sua parte para o magnata americano Randy Lerner, proprietário do Cleveland Browns, time de futebol americano e que trouxe novos jogadores, patrocinadores e, principalmente, esperanças para os torcedores ingleses.

Títulos
Campeonato Inglês (7) 1893/1894, 1895/1896, 1896/1897, 1898/1899 1899/1900, 1909/1910 e 1980/1981

Copa da Inglaterra (7) 1886/87, 1894/95, 1896/97, 1904/05, 1912/13, 1919/20 e 1956/57
Copa da Liga Inglesa (5) 1960/61, 1974/75, 1976/77, 1993/94 e 1995/96
Liga dos Campeões da UEFA (1) 1981/82
Supercopa Européia (1) 1982/83

Estádio 

Villa Park é um estádio de futebol no distrito de Aston, na cidade Inglesa de Birmingham. É o estádio onde o Aston Villa manda seus jogos.
Inaugurado em 1897, atualmente tem capacidade para 42.640 torcedores. O maior público registrado no estádio foram de 76.588 torcedores em 2 de Março de 1946 na derrota dos anfitriões sobre o Derby County.
Foi sede de três jogos da Copa do Mundo de 1966, quatro partidas da Eurocopa 96 e a última final da Recopa Européia, em 1999, além de 55 Semi-Finais da FA Cup.
Será uma das sedes do futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 e terá sua capacidade elevada para 50.000 lugares. É considerado um estádio 4 Estrelas pela UEFA.

Alcunhas The Villans

Mascote
A mascote do Aston Villa é um leão batizado de Hércules. O símbolo não poderia ser diferente, já que está presente no escudo do clube e no apelido recebido da torcida. A escolha do animal foi feita por representar força, poder e garra, características necessárias para vencer.

Site

http://www.avfc.premiumtv.co.uk/