quarta-feira, 8 de junho de 2011

Club Deportivo Cuenca

Entusiasmados com a Copa de 1970, realizada no México, três homens decidiram fundar um clube de futebol. Vazquez Polibio Astudillo, Alfredo Pena Calderon e Dr. Alejandro Serrano deram início ao Club Deportivo Cuenca. De 1971 a 1975, grandes expectativas surgiram com a fundação do clube no Equador.
O time causou uma verdadeira reviravolta na cidade, mudando completamente o seu cotidiano. A primeira campanha do Deportivo Cuenca  na primeira divisão do futebol equatoriano foi excelente e o clube assegurou uma vaga para a Copa Libertadores.
A equipe de 1979 entrou para a história do clube. Grandes jogadores faziam parte do elenco, como por exemplo o meia Angel Luiz Laciardi, maior artilheiro do Deportivo Cuenca. A agremiação jogou bonito, mas não conseguiu fazer boa campanha em nenhum dos campeonatos que participou no ano.
No período de 1981 a 1985, o clube atravessou uma grande crise, sendo rebaixado para a divisão do acesso do futebol equatoriano, voltando apenas em 1986. Em sua volta, o time estava animado e teve um começo arrasador, vencendo muitas partidas e encantando sua torcida. No entanto, não manteve a regularidade ao longo do Campeonato Nacional e terminou a competição em quarto lugar.
No restante desta meia década, o Deportivo Cuenca apresentou altos e baixos. Não brigava por títulos e nem ficava entre os últimos colocados. Mas, em 1991, voltou à segunda divisão depois de outra grande crise.
Somente após trocar toda a diretoria, o Cuenca retornou à elite do Equador, agora com expectativas melhores em relação aos anos anteriores.
Nos anos de 1996 a 2000, o clube participou de grandes competições internacionais, como a Conmebol. Chegou à segunda fase da competição em 1998, mas foi eliminado, dando fim ao sonho da torcida de ver o primeiro título da história do time. Continuando a trajetória de altos e baixos do clube, o Deportivo Cuenca voltou a sofrer com uma grande crise, caindo mais uma vez para a segunda divisão do Equador.
Em 2001, um grupo de jovens empresários assumiu a direção do clube, prometendo melhores campanhas e o fim das crises. O time voltou à primeira divisão e deu novas esperanças à torcida. Foi neste período que, pela primeira vez, uma delegação do Deportivo Cuenca viajou para os Estados Unidos. A turnê pelo país tinha como objetivo captar novos adeptos para investir no clube.
Porém, foi em 2004 que o clube teve sua maior glória. Alcançou o título nacional do Equador da primeira divisão. O feito quase se repetiu em 2007, com o vice-campeonato da competição.

Títulos 

Serie A de Ecuador  2004.
Serie B de Ecuador  1972-E2, 1995.
Estádio

Estadio Alejandro Serrano Aguilar é um estádio de futebol localizado na cidade de Cuenca, no Equador.
Com capacidade para 22.000 espectadores, o estádio recebeu partidas das seleções do Chile, Brasil, Paraguai e Peru durante a Copa América de 1993. Também foi utilizado para quatro partidas do Campeonato Sul-Americano Sub-17 de 2007. Inaugurado em 3 de novembro de 1945 (65 anos).

Apelidos Expreso Austral, Equipo morlaco, Camisetas Coloradas, El rojo morlaco, Cuenquita, Franela Roja, El equipo del León, El ídolo azuayo, Escuadrón rojo

Site

http://www.deportivocuenca.com.ec/