terça-feira, 3 de agosto de 2010

Associazione Calcio Milan

O Milan foi fundado no dia 16 de dezembro de 1899, inicialmente como uma agremiação de críquete e futebol. O time participou do campeonato nacional a partir do ano seguinte, quando disputou apenas uma partida e foi derrotado pelo Torino. Apesar disso, em 1901 já conseguiria seu primeiro título italiano.

Em 1906 e 1907, o clube repetiria o feito, tornando-se o segundo maior campeão italiano da primeira década do século XX. No período, apenas o Genoa levantou mais troféus.
Depois do excelente início, o time rubro-negro passou muito tempo colecionando resultados medianos. No fim da década de 1940, o sueco Nordahl entrou no elenco para tornar-se o jogador com maior média de gols na história da Série A italiana e o que mais fez gols em uma edição da competição, com 35 em 1949/1950. Ele foi a principal estrela na quebra do jejum de títulos da equipe rubro-negra ao vencer o Campeonato Italiano em 1950/1951.
O atacante, que ainda foi artilheiro da Série A por três vezes consecutivas (1952/1953, 1953/1954 e 1954/1955), levou o Milan a mais um título, na temporada 1954/1955, o quinto do clube. A partir daí, o título italiano tornou-se algo comum na história do time milanista. Em 1956/1957, ocorreria mais uma conquista do Campeonato Italiano. Com a chegada do brasileiro Altafini, no fim da década de 1950, o Milan ainda ganhou o scudetto em 1958/1959.
Na década de 1960, o Rossonero conquistou suas duas primeiras Ligas dos Campeões, que na época tinha o nome de Copa Européia. Em 1962/1963 e 1968/1969, a equipe rubro-negra venceu seus dois primeiros torneios internacionais. No primeiro, o herói foi Altafini, conhecido pelo apelido de Mazzola, que marcou duas vezes na final contra o Benfica do craque português Eusébio. No segundo, os rubro-negros derrotaram o Ajax do holandês Johan Cruijff por 4 a 1 e se sagraram campeões.
Esses títulos levaram o Milan a disputar o Mundial contra o vencedor da Copa Libertadores da América. Em 1963, o clube perdeu o terceiro jogo por 1 a 0 para o Santos de Pelé no Maracanã, sendo vice. Na segunda oportunidade, o fracasso não se repetiu. Com uma vitória por 3 a 0 no San Siro e uma derrota por 2 a 0 na Bombonera, o Milan venceu o Estudiantes de La Plata e foi campeão do mundo pela primeira vez.
Nessa mesma década, a equipe foi campeã nacional em 1961/1962 e 1967/1968 e venceu a Copa da Itália de 1966/1977. Depois desse período de grande sucesso, a equipe diminuiu o ritmo das suas conquistas, mas continuou com resultados expressivos, como os títulos da Copa da Itália em 1971/1972, 1972/1973 e 1976/1977 e a Série A de 1978/1979. Conquistando seu décimo scudetto, o Milan ganhou o direito de colocar uma estrela sobre o escudo do seu uniforme. Ainda hoje, apenas três times italianos detêm esse símbolo: a Juventus, que tem duas, e Internazionale e Milan, cada um com uma.
O início da década de 1980 foi um período negro para o time de Milão. Rebaixado para a Série B por envolvimento com um escândalo de manipulação de resultados, o clube venceu a segunda divisão no ano seguinte e regressou à elite. Apesar disso, teve seu pior desempenho na história da Série A e voltou a cair em 1981/1982. O clube só recuperou-se quando foi comprado pelo empresário italiano Silvio Berlusconi, no dia 20 de fevereiro de 1986. O dirigente contratou grandes jogadores para a equipe, como o atacante holandês Marco Van Basten.
O investimento deu certo. Na temporada 1987/1988, o Milan, de Van Basten, Gullit e Costacurta, saiu atrás, mas conseguiu uma incrível recuperação, culminando com uma vitória por 3 a 2 sobre o Napoli do craque argentino Diego Maradona, e garantiu o 11º título italiano da sua história. Na temporada seguinte, o inesquecível time montado por Berlusconi mostrou sua força mais uma vez e ganhou a Liga dos Campeões e, em seqüência, derrotou o Nacional de Medellín e foi campeão mundial pela segunda vez.
Nessa época, o Milan era conhecido como o Dream Team (time dos sonhos, em inglês) ou como “Os Invencíveis”. A equipe passou incríveis 58 partidas sem ser derrotada. Além do forte ataque formado pelos holandeses Gullit e Van Basten, craques como os zagueiros Baresi e Maldini também formavam uma defesa sólida.
Na temporada seguinte, o time rubro-negro repetiu a proeza e foi campeão da Liga dos Campeões e do Campeonato Mundial novamente. Em 1991, o treinador que comandou o Milan em todas estas conquistas, Arrigo Sacchi, saiu do clube para assumir a seleção italiana. Fabio Capello foi contratado para seu lugar e continuou a onda de sucesso do time milanista.
Depois disso, ainda na década de 1990, o Milan ganhou cinco vezes o Campeonato Italiano, sendo três consecutivos, e uma vez a Liga dos Campeões. Os últimos 20 anos foram os mais vitoriosos da história do clube. Nos anos 2000, conquistou o scudetto em 2003/2004 e a Liga dos Campeões nas temporadas 2002/2003 e 2006/2007. Em 2003, foi vice-campeão mundial, derrotado pelo Boca Juniors (ARG), mas deu o troco em 2007 - venceu o Boca na final do Mundial de Clubes e se tornou o primeiro time a conquistar esse título pela quarta vez.
Apesar da grande f­ase, nem tudo foi sucesso para o Milan nos anos mais recentes. A equipe se envolveu no escândalo de manipulação de resultados. Assim, perdeu 30 dos 88 pontos conquistados na temporada 2005/2006 da Série A e foi condenado a começar o campeonato seguinte com menos oito pontos. Apesar do grande número de pontos deduzidos de 2005/2006, o desempenho do Milan continuou sendo suficiente para classificar a equipe para a Liga dos Campeões de 2006/2007, vencida pelo próprio time milanista. Na Série A da mesma temporada, terminou em quarto.

Hino

Milan milan solo con te
Milan milan sempre per te
Camminiamo noi accanto ai nostri eroi
Sopra un campo verde sotto un cielo blu
Conquistate voi una stella in piã
A brillar per noi
E insieme cantiamo
Milan milan solo con te
Milan milan sempre per te
Oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh oh oh oh
Una grande squadra
Sempre in festa olã¨
Oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh
E insieme cantiamo
Milan milan solo con te
Milan milan sempre per te
Con il milan nel cuore
Nel profondo dell'anima
Un vero amico sei
E insieme cantiamo
Milan milan solo con te
Milan milan sempre con te
Oh oh oh oh oh ...

Títulos

Campeonato Mundial (4) 1969, 1989, 1990 e 2007
Liga dos Campeões (7)1962/1963, 1968/1969, 1988/1989, 1989/1990, 1993/1994, 2002/2003 e 2006/2007
Série A (17) 1901/1902, 1906/1907, 1907/1908, 1950/1951, 1954/1955, 1956/1957, 1958/1959, 1961/1962, 1967/1968, 1978/1979, 1987/1988, 1991/1992, 1992/1993, 1993/1994, 1995/1996, 1998/1999 e 2003/2004
Copa da Itália (5) 1966/1967, 1971/1972, 1972/1973, 1976/1977 e 2002/2003
Recopa Européia (2) 1967/1968 e 1972/1973
Supercopa Européia (5) 1989, 1990, 1994, 2003 e 2007
Supercopa da Itália (5)  1988, 1992, 1993, 1994 e 2004

Estádio


O estádio do Milan é o Giuseppe Meazza também conhecido como San Siro, já que o estádio fica no bairro de San Siro em Milão. A dimensão do campo é de 105 x 68, e sua capacidade atual é para 80,065 espectadores. A construção do estádio começou em 1925, em Milão no bairro chamado San Siro. Originalmente chamado de "Stadio Comunale", ele acabou sendo renomeado como "Stadio Giuseppe Meazza", em 1979, em honra a Giuseppe Meazza. A idéia de construir um estádio no mesmo distrito como o hipódromo, pertence ao homem que era então o presidente do Milan, Piero Pirelli. Os arquitetos projetaram um estádio apenas para o futebol. A inauguração foi em 19 de setembro de 1926, quando 35,000 espectadores viram a Inter massacrar o Milan por 6-3. Originalmente, o estádio era de propriedade do Milan. Em 1947 a Internazionale e o Milan tornaram-se inquilinos da Prefeitura de Milão e os dois dividiram o estádio desde então. Embora Giuseppe Meazza ter jogado pela Inter e pelo Milan, ele obteve mais sucesso na Inter e mais reconhecido pelos torcedores da Inter, por isso os torcedores da Inter chamam o estádio de Giuseppe Meazza e os torcedores do Milan de San Siro.
Capacidade 80.074

Mascote


Devido às cores de seu uniforme, o Milan tem o apelido de Il Diavolo, que em italiano significa “o diabo”. Por isso a mascote do clube é um diabo vestindo a camisa rubro-negra.









Site

http://www.acmilan.com/