sábado, 25 de outubro de 2008

Madureira Esporte Clube

A história do Madureira Esporte Clube sempre esteve ligada ao comércio local. Foi no ano de 1932 que os comerciantes Elísio Alves Ferreira, Manoel Lopes da Silva, Manuel Augusto Maia e Joaquim Braia, entre outros, lideraram um movimento no sentido de ser fundado um grande clube em Madureira. O grupo entrou em contato com Uassir do Amaral, então presidente do Fidalgo Madureira Atlético Clube. Na época, pensou-se ainda na fusão com o Magno Futebol Clube, o que, de início, foi reprovado pelos sócios.
Após várias Assembléias, em 16 de fevereiro de 1933 ficou considerado fundado o MADUREIRA ATLÉTICO CLUBE, com a data de 08 de agosto de 1914, que era do Fidalgo. O novo clube passou a adotar, em seu emblema e nos uniformes, a cor azul do Magno e a cor roxa do Fidalgo. Em 1939, o Madureira disputou o Campeonato pela Federação Metropolitana de Futebol, sagrando-se campeão no quadro de amadores e campeão nos profissionais do Torneio Início.
Com o objetivo de dinamizar, ampliar e engrandecer atividade esportiva do clube, no dia 12 de outubro 1971 foi criado o Madureira Esporte Clube, resultado da fusão feita com o Madureira Atlético Clube, Madureira Tênis Clube e Imperial Basquete Clube. O Tricolor Suburbano uniu as cores dos clubes em sua fusão. O azul era do Madureira Atlético Clube, o grená do Madureira Tênis Clube e o amarelo do Imperial Basquete Clube. A data de fundação, no entanto, prevaleceu a de 08 de agosto de 1914, para efeito nas Federações.

O ano em que o Madureira chegou outra vez perto de uma conquista expressiva foi em 2006, quando ganhou o segundo turno do Campeonato Estadual, a Taça Rio. Na final, perdeu para o campeão da Taça Guanabara, o Botafogo, e alcançou a segunda posição, feito que não conseguia há 70 anos.

O clube é famoso por revelar jogadores, inclusive com passagens na seleção brasileira. Lá se formaram Didi, Evaristo de Macedo, Jair da Rosa Pinto, Isaías, Lelé, Nair e Nelsinho. De um período mais recente, foram crias do tricolor suburbano jogadores como Marcelinho Carioca, Iranildo, Léo Lima e Souza.

Hino

Autor: Lamartine Babo
Intérprete: Jorge Goulart

Nosso ideal é lutar
Lutar por ti Madureira
Queremos ver tua bandeira
Tremular pelo ar

E assim queridos, unidos,
Seremos dez, vinte mil,
Em cada Glória que temos,
Daremos pujança ao esporte do Brasil

És Madureira, nosso castelo,
A nossa Catedral, ideal
O sol de muitos anos,
Dos tricolores suburbanos

Títulos

Vice-Campeão Carioca em 1936 e 2006
Campeão Estadual Invicto em 1993 (série B)

Estádio
Estádio Aniceto Moscoso.
O estádio do Madureira Esporte Clube fica na Rua Conselheiro Galvão, 130.
Foi inaugurado no dia 15 de junho de 1941, com o jogo em que o Madureira venceu o Fluminense pelo placar de 3 X 1.
Capacidade 10000

Mascote
A mascote do Madureira é o papagaio Zé Carioca. A personagem de Walt Disney representa o estilo de vida carioca, malandro, bem peculiar dos subúrbios do Rio de Janeiro. O bairro é famoso por ser um reduto do samba, por suas peculiaridades, e a figura do Zé Carioca aliou-se perfeitamente à imagem do clube.




site: http://www.madureiraec.com.br/