quarta-feira, 7 de abril de 2010

Associação Desportiva Cabofriense

Foi criada a partir do espólio da antiga Associação Atlética Cabofriense, que fechou as portas devido a inúmeras dívidas. Seu primeiro presidente foi Valdemir Mendes e seu presidente de honra, Alair Corrêa, dá nome ao estádio no qual o clube manda os seus jogos.

Logo em seu primeiro ano de existência, a Cabofriense foi convidada pela FFERJ para participar do Campeonato Carioca da 3ª Divisão, competição na qual o clube vice-campeão. Em 1998, a Cabofriense conquistou o Campeonato Carioca da 2ª Divisão, ao vencer o Campo Grande no dia 5 de julho, pelo placar de 2 a 0 (gols de Sharle e Charles Guerreiro).
No ano de 1999, por questões trabalhistas, os sócios mudaram o nome do clube para Cabo Frio Futebol Clube. Esta seria a denominação até 2000, quando os problemas com os sócios foram resolvidos e o clube retorna ao nome de Associação Desportiva Cabofriense.
Em 2001, a Cabofriense foi rebaixada do Campeonato Carioca da 1ª Divisão. O clube retornou à elite do futebol carioca em 2002, sendo novamente campeão da Segunda Divisão estadual. O título desta vez foi obtido em um quadrangular envolvendo as equipes do Macaé Sports, Arraial do Cabo e Rio Branco.
Em 2005, sob o comando do técnico Paulo César Gusmão, a Cabofriense conseguiu chegar pela primeira vez à semi-finais da Taça Guanabara, sendo eliminada pelo Volta Redonda, que seria o campeão. Em 2006, foi novamente semi-finalista da Taça Guanabara, sendo eliminado pelo América nas decisão por pênaltis. Também chegou à inédita semi-final da Taça Rio, perdendo a vaga na final para o Madureira, também em cobranças de penalidades.
Em 2007, foi vice-campeã da Copa Rio, perdendo as finais para o Volta Redonda. Em 2009, a Cabofriense foi rebaixada novamente no Campeonato Carioca da 1ª Divisão juntamente com o Mesquita Futebol Clube.

Títulos

Campeonato Carioca - 2ª divisão: 2 vezes (1998 e 2002).

Hino

Sou Tricolor por mil razões sou o mais forte

E no esporte serei sempre campeão
Hei de lutar
Hei de vencer!
Cabofriense hei de ser até morrer
Hei de lutar
Hei de vencer!
Cabofriense hei de ser até morrer.


No futebol sou o melhor é evidente
Nossa torcida a cada jogo está presente
Verde é esperança
O branco é paz
Vermelho é raça que o meu time sempre traz.
Verde é esperança
O branco é paz
Vermelho é raça que o meu time sempre traz.


Estádio

O Estádio Alair Corrêa, conhecido como Correão, está localizado na cidade de Cabo Frio e pertence à prefeitura desta mesma cidade. Possui capacidade para 4.200 espectadores. A equipe mandante é a Associação Desportiva Cabofriense.

Em determinada época de sua existência foi renomeado como "Carrição" (em justa homenagem a Nenzinho Carriço) porém devido à baixa aceitação popular voltou a ser chamado "Correão" em homenagem a gestão do Sr. Alair Corrêa, quando Prefeito da Cidade de Cabo Frio.


Mascote Marlim Azul

Site
http://www.cabofriense.com/