terça-feira, 26 de maio de 2009

Colo Colo de Futebol e Regatas

O Colo-Colo foi fundado em 03 de abril de 1948, por um grupo de desportistas liderado por Airton Adami para disputar a semana inglesa, competição que, aos sábados lotava o Estádio Mário Pessoa, então um dos maiores do País. A semana inglesa era um torneio promovido pelo sindicato dos comerciantes e que se realizava somente nas tardes de sábados com os portões do estádio abertos.

O nome do Colo-Colo veio de um clube chileno que levava este nome, e que na década de 50 fazia da sua intimidade com a bola um espetáculo de futebol e por inspirou o time ilheense. O seu mascote é o tigre já a cor do uniforme, azul e amarela, veio de um outro grande time, o Boca Juniors da Argentina.O primeiro uniforme usado pelo clube foi comprado em Buenos Aires, por José Haroldo de Castro Vieira. A primeira diretoria foi composta por: Airton Adami, Silvio Silva, Ivan Lelis da Mata, José Alves Barreto, Cláudio Silveira e Júlio Rodolfo Vieira. Ao longo da sua história, o Colo-Colo já teve oportunidades de disputar partidas com grandes nomes do futebol nacional, a exemplo do Flamengo.

O primeiro título veio em 1953 como campeão ilheense. De 1958 a 1961 o Tigre conquistou o tetracampeonato amador ilheense. Em 1967 o Colo-Colo participou pela primeira vez do campeonato baiano de futebol profissional, armando um de seus melhores times, com destaque para o jogador Miltinho Simões, que chegou a marcar 5 gols em um só jogo, porém em 1969 voltou à categoria de amador. Em 1997 foi campeão municipal e em 1998 disputou a copa da Bahia. Em 1999 o tigre sagrou-se campeão da segunda divisão, voltando à elite do futebol baiano. Mas, foi em 2006 que conseguiu seu grande trunfo sendo Campeão Baiano de futebol profissional.

Na Copa do Brasil de 2007, o Tigre defrontou-se com o Atlético Mineiro, em 14 de fevereiro de 2007, no Estádio Mário Pessoa, perdendo por 3x1, logo eliminado, em jogo com forte chuva e campo em estados precários para a realização do jogo.

Estádio

Estádio Mário Pessoa
Estádio de Futebol, que leva o nome do Prefeito que o construiu, entre 1940 e 1941. A inauguração ocorreu no último ano de governo do Prefeito Mário Pessoa, no ano de 1942. Na época foi considerado o maior do norte e nordeste do Brasil. Sua construção foi iniciada com o aterro do charco da área, desmembrada da Fazenda Boa Vista, dos herdeiros de José Gomes do Amaral Pacheco.



O Estádio Olímpico Mário Pessoa, como foi denominado na época, tinha condições de realizar várias modalidades de esportes terrestres.

Recorde de Público: 10.909 (Colo-Colo 4 x 3 Vitória - 24/05/2006)

Títulos

Campeonato Baiano - 2ª Divisão: 1999.

Campeonato Baiano: 2006.

Hino

Meu querido Colo Colo,
tua raça conquistou o meu amor,
expressão mais verdadeira
da profunda beleza de São Jorge dos Ilhéus.

Nos mares competindo,
nos gramados da Bahia, tu és o campeão.
Colo Colo, tu és o mais querido,
tuas cores reluzes em meu coração.

Colo Colo, grita o povo na avenida,
azul e amarelo a minha paixão.

Colo-Colo, eu grito!
Colo-Colo, meu tigre!
Faço o céu e a terra,
Tu és o campeão.

MASCOTE

A mascote do Colo Colo baiano é um Tigre. O animal foi escolhido por ser símbolo de força, raça e persistência, características necessárias para vencer e superar obstáculos. O símbolo está presente também no escudo do clube e a agremiação é carinhosamente chamada por sua torcida de Tigrão.

Site

http://www.colocolo.org.br