sexta-feira, 1 de maio de 2009

Andirá Esporte Clube

O Andirá Esporte Clube foi fundado no dia 1º de novembro de 1964 por uma das famílias mais tradicionais do Estado do Acre, os Dantas. A origem do nome do clube vem da palavra indígena "andyrá", que em Tupi significa "morcego". Suas cores inicalmente eram o preto e o branco. Recentemente, em 2006 o clube adotou o verde em seu uniforme que, segundo o presidente Gilberto Braga, é uma homenagem à Amazônia e à borracha, produzida com destaque no Estado.

A primeira mulher a assumir o comando técnico de um time de futebol no estado foi Cláudia Malheiro. Isto aconteceu no ano 2000. Ela já havia dirigido o Vasco-AC em 1999. Ela foi contratada pelo Andirá no dia 24 de abril de 2000. Cláudia ficou no comando do Andirá até 2001, quando afastou-se dos gramados para dedicar-se à sua família. Em 2006, recebe o convite para retornar ao Andirá, no ano que também marcava a volta do Morcego, o qual esteve afastado por um ano dos gramados.

Na reestréia, em um jogo-treino contra o Juventus local, os comandados de Cláudia (agora com uniforme verde e preto, em homenagem à Amazônia e à borracha do Acre) foram derrotados por 2 a 1, com gols de Tonho e Rogério para os juventinos – Artemar, pelos andiraenses, descontou. Mesmo assim, a treinadora (apelidada de ‘Felipão de Saias’ por seu jeito mãezona) não perdeu o crédito com a nova diretoria do clube – Gilberto Braga assumiu a presidência, enquanto Marquinhos Gomes se tornou seu vice. Resultado: o time chegou às semifinais do primeiro turno da competição, e só não avançou à decisão porque perdeu a semifinal (em jogo único) para a Adesg com por 3 a 2 gol um gol nos acréscimos.

Em 2007 fica com o vicecampeonato estadual por ser a equipe que mais somou pontos com 22 pontos em 12 jogos, ficando atrás apenas do Rio Branco, campeão dos dois turnos, sagrando-se assim campeão.

Em 2008, mesmo com pendências financeiras, o Andirá tentou sua inscrição no Campeonato Acreano. A tentativa foi vetada pela federação local, sob alegação de falta de representatividade legal e problemas na conjuntura política no clube, que precisou ficar afastado das competições.

Estádio

José de Melo

Capacidade - 8.000

Mascote

Morcego





Site

http://aecmorcegueiro.blogspot.com