terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Guanabara Esporte Clube

Em 2004, de fato, foi neste ano que começou a história do Guanabara Esporte Clube. Incentivados pelo amor ao esporte, o Presidente Bruce Wolff, juntamente com seu pai, o Vice-Presidente Jan Wolff, deram início ao sonho de construir um clube de futebol.

Buscando homenagear o Brasil e o estado do Rio de Janeiro, o clube acabou por adotar o nome e as cores que mais traduziam esta tentativa. Não à toa, o clube passou a chamar-se Guanabara (referência ao antigo estado da Guanabara, atual Rio de Janeiro) e ter as cores azul, amarela e branca (presentes também na bandeira nacional).

Passada esta etapa, a parte burocrática foi resolvida e no mês de outubro, mas exatamente no dia 05, o Guanabara Esporte Clube passou a pertencer ao quadro da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Em 2005, o que mais marcou foi, sem dúvida, a aquisição, através de um leilão, do estádio Mário Castanho, localizado em Araruama, Região dos Lagos / RJ.

A nova casa do Guanabara, agora re-batizada de Arena Guanabara, passou por grandes reformas de reestruturação do gramado, ampliação das arquibancadas e revitalização da fachada, assim como nas áreas externas mais próximas ao estádio, como calçadas e postes.

No período final do ano, já com as obras bem avançadas e já com capacidade para 10.000 pessoas, a Diretoria começou a montar o elenco e comissão técnica para a temporada de 2006.

Em 2006, Guanabara Esporte Clube efetivamente começou suas atividades. Em seu primeiro desafio, o clube da Região dos Lagos encarou uma Seletiva de acesso à Segunda Divisão do Campeonato Carioca que ocorreria no mesmo ano. A classificação veio e, de quebra, o Guanabara conquistou a artilharia da competição.

Com o estádio ainda em obras, o Guanabara começou em abril aquele que até então seria seu maior desafio: a disputa da Segunda Divisão de Profissionais do Rio. Utilizando o estádio Eucy Resende de Mendonça, em Saquarema, também na Região dos Lagos, o Guanabara surpreendeu a todos e tornou-se a grande 'zebra' da competição. Entre 24 clubes participantes, o Guanabara conquistou o impressionante terceiro lugar geral do torneio. E, de novo, teve o artilheiro da competição.

Já no segundo semestre, deu-se início a Seletiva que daria aos quatro melhores clubes o acesso a divisão de elite do futebol carioca no ano seguinte. O torneio, impugnado pela justiça, acabou não valendo nada. O mais marcante desta fase ficou por conta do tão esperado encontro entre o Guanabara Esporte Clube e sua torcida, no dia 02 de setembro, quando o estádio, totalmente reformado, abriu pela primeira vez seus portões ao público.

Em 2008,pela primeira vez em sua história, o clube auri-anil formou os juniores para a disputa do Campeonato Carioca. Com um elenco formado majoritariamente por atletas e profissionais de Araruama, o clube fez uma campanha razoável na competição. O desafio foi superado e a experiência aprovada.

Quando os profissionais entraram em atividade, também sem nenhum tipo de apoio e com escassos recursos, a Diretoria sabia que as pretensões não poderiam ser muitas. Mesmo assim, o clube mostrou sua força e chegou à 2ª fase do Estadual da Segunda Divisão.
Estádio

Adquirido em 2005, o então estádio Mário Castanho, agora re-batizado de Arena Guanabara, passou por obras de expansão em suas arquibancadas, revitalização das dependências e fachada e, por último, por uma grandiosa reforma de seu gramado. Capacidade 10000.

Guanabara, nossa alegria de viver.
Guanabara, nosso time sempre pronto pra vencer.
Guanabara, suas cores reluzidas no brasão...

Azul é o céu,
Amarelo é o sol,
Branco é a paz do futebol!
(2X)

A torcida, a torcida reunida,
Se empolga neste mar de alegria.
Nasceu na terra do Tupinambá,
Fazendo Araruama festejar!

Azul é o céu,
Amarelo é o sol,
Branco é a paz do futebol!
(2X)
Hino

Por Alexandre Martins e Laís Alfradique



Mascote
Leão - o Papão dos Lagos,















Site
http://www.guanabaraesporteclube.com.br/