segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Grêmio Esportivo Catanduvense

Grêmio Esportivo Catanduvense foi um clube brasileiro de futebol da cidade de Catanduva, no estado de São Paulo, fundado em 5 de fevereiro de 1970.

O time adotou inicialmente as cores azul e branco no uniforme. Foram 19 anos disputando a Segunda Divisão (a atual Série A2), até que, em 1988, o time conquistaria o acesso à Primeira Divisão do futebol paulista, e imediatamente mudaria a cor de seu uniforme. Adotaria as cores da primeira equipe da cidade, o vermelho e branco do Catanduva Esporte Clube. Foi o auge do futebol de Catanduva na história. O Grêmio Esportivo Catanduvense chegou à elite ao ser vice-campeão da Segundona de 1988, ganhando do Rio Preto com gol de Roberto Carlos (atacante), ficando atrás do Bragantino de Vanderlei Luxemburgo. Antes disso, fora campeão da mesma categoria em 1974, mas não havia promoção à elite.

Na primeira temporada entre os grandes, o Catanduvense não foi tão mal: terminou o Paulistão de 89 em 17º lugar (entre 22). Foram sete vitórias, quatro empates e 10 derrotas. Aliás, 1989 pode ser considerado o melhor ano da história do clube. Foi nessa temporada que o clube colheu dois de seus resultados mais significativos: 2 a 1 sobre o Corinthians, em Catanduva, e sobre o Santos, na Vila Belmiro. Foi também em 1989 que o Grêmio disputou o Campeonato Brasileiro Série B, ao lado do Botafogo de Ribeirão Preto e América de São José do Rio Preto.

Em 1989, a cidade vivia o clima de festa, mas as dívidas foram se acumulando com os altos valores para se manter uma equipe numa competição tão acirrada, como é a elite do futebol de São Paulo. Em 1990 foi o último colocado do Campeonato Paulista. Em 1993, atolado em dívidas, o Grêmio Esportivo Catanduvense foi extinto.