sábado, 31 de outubro de 2015

Kashima Antlers F.C.

O Kashima Antlers F.C. (em japonês: 鹿島アントラーズ, transl. Kashima Antorāzu) é um clube de futebol japonês. A equipe participa da primeira divisão japonesa, e é o clube mais vezes campeão da J-League, tendo conquistado sete títulos.

Até 1991, antes da criação da J-League, o Antlers se chamava Sumitomo Metals e atuava na JSL, uma espécia de segunda divisão amadora. Ao ser promovido para a J-League, então mudou de o nome para Kashima Antlers F.C. A mudança foi desde o escudo até as cores (o uniforme que era azul foi para vermelho), mudou o mascote do clube chegando à versão utilizada até hoje.
Além disso iniciou a reforma do seu estádio, o Kashima Soccer Stadium. Hoje chamado de Estádio Kashima.
Com a subida de divisão e o início do futebol profissional no clube, O Antlers montou um time de respeito para 1992. Contratou o Milton Cruz, ex-São Paulo e o volante Carlos Alberto Santos, ex-Botafogo. Mesclou com jogadores japoneses, que fizeram história e se tornaram ídolos no clube, como: Yasuto Honda, Hisashi Kurosaki e Yoshiyuki Hasegawa, todos vindos do Honda F.C e a estrela brasileira Zico.
A primeira temporada boa. Venceu a "Copa Muroran" e chegou à semifinal da J-League, sendo eliminado para o Verdy Kawasaki. Por pouco não passou, pois Zico teve um gol anulado noe momentos finais do jogo. Esta temporada foi um marco no futebol do Japão e principalmente da torcida do Antlers, que lotou o estádio durante toda temporada. Um digno 4º lugar.
Na Copa do Imperador o time chegou até as quartas de final. O destaque do time foi com certeza Zico, que fez 10 gols em 11 partidas seguidas e no total fazendo 21 gols no ano de 1992.

Em 5 de Abril, antes da estreia da J-League de 1993, o Kashima Antlers inaugurou o Kashima Soccer Stadium. O jogo foi contra o Fluminense. Com uma bela atuação de Zico e companhia, o Kashima Antlers venceu por 2x0. Zico marcou neste jogo seu gol 800°. O segundo gol foi marcado por Alcindo.

Campeã do primeiro turno com méritos (mesmo sem ser favorita), onde Zico brilhou, o Kashima Antlers F.C, decidiu em janeiro de 1994 a J-League contra o Verdy Kawasaki.

Os jogos foram em 09 e 16 daquele mês. O primeiro jogo não teve a presença de Zico, machucado. No final das contas, com goleiro do Verdy Kashima Masaaki Furukawa fazendo verdadeiros milagres, o jogo terminou com um 2x0 para os Verdes.

No segundo jogo o Antlers tinha necessidade de vencer para levar o jogo para os penaltis. Depois de um sufoco no primeiro tempo, Alcindo dominou no peito e chutou, abrindo o placar para o lado vermelho. O jogo se encaminhava para as penalidades, quando faltando 8 minutos para o fim, o juiz Shizuo Takada marcou um penal inexistente para o Verdy. Zico irritado com a decisão e com uma cotovelada que havia levado deBismarck sem ter sido nada marcado, literalmente cuspiu na bola em protesto. Acabou expulso.

O astro do Verdy Kazu marcou o gol e decretou o vice campeonato ao Kashima.

Após o jogo Zico em entrevista disse: "Foi um negócio vergonhoso. A gente já sabia que ia acontecer. Deram quatro pênaltis contra nós. Um absurdo! Foi a primeira vez em que fui expulso por problema de arbitragem. Cuspi no chão. Era um ato de protesto. Fui roubado."

Após a decisão de 1993, o Kashima só voltou a disputar o título em 1996. Já sem Zico e em um novo modo de disputa (por pontos corridos, onde em caso de empate o jogo iria aos penaltis. Ou seja, sempre havia um vencedor).

O Antlers montou novamente um grande time. Com estrelas os Tetra-Campeões Mundiais Jorginho e Leonardo, a revelação Atsushi Yanagisawa, o líder da defesa Yutaka Akita, o lateral "agudo" Naoki Soma e o artilheiro Yoshiyuki Hasegawa. Tinha como treinador outro brasileiro, João Costa.

O time passou quase todo campeonato dividindo a liderança com o Júbilo Iwata, do capitão do Mundial de 1994, Dunga. Na 27º rodada o encontro entre os clubes terminou nos penais, com a vitória do Antlers. Um passo importante para o título.

Na 29º rodada com uma vitória contra o Nagoya Grampus, o time sagrou-se campeão pela primeira vez.

Com Zico na diretoria, veio a contratação de Toninho Cerezo para o comando do time. Impedido de atuar no Kashima Soccer Stadium, que estava em obras para a Copa do Mundo FIFA de 2002, o Antlers mandou seus jogos no Estádio Nacional de Tóquio.

O time era baseado em revelações, como Koji Nakata, Mitsuo Ogasawara, Masashi Motoyama, Takayuki Suzuki e Atsushi Yanagisawa.

O primeiro título foi a Copa da Liga Japonesa (ou Nabisco Cup). A final foi disputada contra o Kawasaki Frontale . Vitória de 2x0, com gols de Koji Nakata e Bismarck de pênalti. O 2º Stage chegou. Na final contra oKashiwa Reysol, o empate bastava. Graças ao goleiro Daijiro Takakuwa o 0x0 deu aos vermelhos o 1º título do ano.

O segundo era a J-league. A final foi disputada em 2 jogos contra o Yokohama F·Marinos do eterno camisa 10 dos Samurais Blues, Shun Nakamura. No primeiro jogo um 0x0 em um jogo travado do início ao fim. Já no segundo jogo, Takayuki Suzuki, Akira Narahashi e Koji Nakata decretaram o 3x0.

Numa decisão difícil contra o Shimizu S-Pulse, do Brasileiro naturalizado Alessandro Santos, de Ryuzo Morioka e do bom zagueiro Daisuke Saito. Um jogo incrível com falhas e belos gols que terminou em 2x2, indo para a prorrogação com Morte Súbita. Mitsuo Ogasawara em uma bela tabela com Bismarck decretou o título da Copa do Imperador e a tríplice coroa.

Estádio 

Kashima Soccer Stadium é um estádio localizado na cidade de Kashima, na provincia de Ibaraki, no Japão.
Inaugurado em Maio de 2001, tem capacidade para 42.000 torcedores. Recebeu jogos da Copa das Confederações de 2001 e da Copa do Mundo de 2002.
Atualmente é casa do time de futebol Kashima Antlers, da J-League.