quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Esporte Clube Taubaté

O Esporte Clube Taubaté , foi fundado no dia primeiro de novembro de 1914, após a primeira assembléia realizada na residência do Dr. Francisco de Paula Pereira Barbosa, com a presença de 48 sócios. A assembléia que foi presidida pelo Dr. Gastão da Câmara Leal, que nessa mesma sessão foi eleito o primeiro presidente do Sport Club Taubaté e secretariada pelos Srnrs., Tito Barbosa e Ildefonso de Almeira, teve como agenda a leitura do termo de reunião da sessão prévia realizada em 25.10.1914, na qual foi escolhido para a sociedade que se fundava a denominação do Sport Club Taubaté.

O esporte evoluiu na cidade e em todo o País. Com isso, no dia 1º de novembro de 1914, o Esporte Clube Taubaté foi oficialmente fundado com o intuito de disputar competições organizadas, na época, pela Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA) e Liga Paulista de Futebol (LPF). A partida de estreia do novo clube, que escolheu o azul e branco como cores oficiais para representar o infinito do céu e o branco da paz, foi disputada no dia 25 de dezembro. Porém, a estreia não foi muito boa, com uma goleada por 6 a 1 para a Associação Atlética Palmeiras.

Apesar do revés no primeiro jogo, o clube não esmoreceu e cinco anos depois da fundação conquistou seu primeiro título, o de Campeão Amador Paulista de Esporte Atlético de 1919. O clube ainda conquistou o que é considerado o Campeonato do Interior em mais duas oportunidades, 1926 e 1942, antes de conquistar os dois títulos mais importantes de sua história.

Logo no segundo ano após a Federação Paulista de Futebol ter criado a Lei de Acesso, em 1954, o E.C.Taubaté conquistou o título da Primeira Divisão, como era chamada a Série A2 do Estadual. Neste ano, surgiu o apelido do clube de “Burro da Central”, dado pela imprensa devido ao fato de o clube ter escalado o jogador Alcino de forma irregular, na vitória por 6 a 3 sobre o Comercial.

Entretanto, a permanência na Divisão Especial (Série A1) durou apenas oito anos, quando foi rebaixado. A volta por cima só veio em 1979. Após passar um longo período fora da divisão principal, inclusive afastado das competições profissionais, a equipe retornou com força máxima e foi campeã da que era conhecida como Divisão Intermediária. Atualmente o clube supera uma crise deixada por admistrações anteriores. A administração Elindenberg Nascimento 2007-2008 não conseguiu reverter o caos deixado pela empresa Meca Sports, que saiu do comando do futebol no final de 2007, em cuja administração o time caiu da Série A2 do paulista para a A3, competição que disputou em 2008 e resultou em novo rebaixamento, agora para a série B, série que, em 2009, o E. C. Taubaté irá disputar.
Em 2009, sob a Presidencia de Sinival J. Inacio, que conseguiu agregar um grupo de abnegados empresários e amantes do E. C. Taubaté, o Clube começa a tomar outro rumo,com um projeto a longo prazo, que objetiva o retorno à Série A-1 do Campeonato Paulista em 2012, dois anos antes do Centenário do Clube.

Títulos

Campeonato Paulista do Interior: 3 vezes (1919, 1926 e 1942)
Campeonato Paulista - Série A2: 2 vezes (1954 e 1979)
Campeonato Paulista - Série A3: 2003


Hino
Letra e Interpretação: Santos Cursino e Augusto César Guará

"Nós somos a torcida alvi anil
O esporte é a nossa bandeira
Sentindo os chamados do Brasil
Estamos novamente na primeira

Nossa gente viril e capaz
De passar por todas as barreiras
O azul é o céu
O branco a paz
São as cores da nossa bandeira

A nossa bandeira que a torcida conduz
Tem em seu emblema nosso espírito de luz
No nosso alvi-azul a ordem é lutar
E de norte a sul vai a garra mostrar"

Mascote

O apelido ‘Burro da Central” tornou-se carinhoso com o passar do tempo, mas em 1954 quando surgiu o nome da mascote a torcida torceu o nariz para a história. Afinal, ninguém gosta de ser chamado de burro, ainda mais o Taubaté que em 1954 conquistou o título da Segunda Divisão do Futebol Paulista. O problema é que o clube teria utilizado, de forma irregular, o jogador Alcino, na partida vencida por 6 a 3 contra o Comercial, de Ribeirão Preto. A imprensa paulista não perdoou o suposto equívoco e passou a chamar o Taubaté de Burro da Central. Depois de muita briga na Justiça, o Taubaté manteve o título e aproveitou para consagrar o apelido que carrega até os dias de hoje.


Site
http://www.esporteclubetaubate.com.br