segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Serrano Foot Ball Club


O Serrano é um clube decidido a lutar com todas as suas forças para se manter vivo. Mesmo diante de uma crise que, na opinião de seu próprio presidente o deixa perto do estado de insolvência, o azul e branco sabe que é o passado que o fortifica e o ajuda a se manter vivo em Petrópolis. Campeão estadual por duas vezes, o clube foi fundado no dia 29 de junho de 1915 e aos poucos se tornou o mais popular do município.

No dia em que a cidade festejava a data de São Pedro, um grupo de dirigentes se reuniram num campo de futebol no Terra Santa, no Valparaíso, onde decidiram fundar o Serrano Futebol Clube. Mas a sua sede iria se transferir, dois anos depois, para a rua Visconde de Itaboraí, também no Valparaíso, ocupando o lugar do então extinto Esporte Petrópolis. Em 1945, decidiu então abandonar esta sede e seus dirigentes adquiriram um espaço maior na rua Madre Francisca Pia, onde está até hoje. Só que houve um jogo de despedida da antiga sede, em que o Serrano derrotou o Rio Branco, por 3 a 1.
O sucesso do Serrano no futebol, na realidade, começou três anos após a sua fundação. O clube foi o primeiro campeão oficial da cidade, de acordo com o relato feito pelo escritor Gabriel Fróes, em seu livro Esporte em Petrópolis, publicado em 1953. O clube conquistaria o tricampeonato e começava a despertar a inveja dos demais adversários. A série de títulos foi interrompida em 1921, quando então o Internacional, numa decisão contra o Cascatinha, ganhara seu primeiro campeonato na categoria de adultos.
No futebol, porém, fez história de verdade, principalmente depois que ingressou no profissionalismo, em 1979, por intermédio da administração de Carlos Gonçalves. A partir dali, um capítulo novo começou a ser contado.
Considerado um dos emergentes do futebol do Rio de Janeiro, o Serrano misturava bom futebol com a paixão de sua torcida. Adversários temiam jogar no estádio Atílio Marotti e tinham a sua razão de ser, afinal de contas, com uma equipe com jogadores como Jorge Demolidor, Átila, Israel, Índio, Milton - sendo que este viria, mais tarde, integrar a seleção brasileira olímpica de 1988 - e o goleiro Acácio, que foi reserva na Copa do Mundo de 1990, era necessário ter cautela. O Flamengo, em 1981, experimentou o gosto da derrota com o gol antológico de Anapolina e que eliminou todas as suas chances de conquistar o tetracampeonato estadual.
Em 2005 e 2006, o Serrano participou do Campeonato Carioca da 2ª Divisão, fazendo uma campanha pífia, terminando em último. Em 2007, o clube não pôde participar de nenhum campeonato profissional. O ano de 2008 marcou o retorno do clube aos campeonatos profissionais, disputando o Campeonato Carioca da Segunda Divisão, porém, com a pior campanha da competição, foi rebaixado para a Terceira divisão estadual.
Em 2009, o Serrano disputa o Campeonato Estadual da Terceira Divisão das categorias de Juniores e Profissional.

Títulos

Campeonato Fluminense: 1925, 1945.

Campeonato Carioca da Segunda Divisão: 2 vezes (1992 e 1999).
Campeonato Citadino de Petrópolis: 12 vezes (1918, 1919, 1920, 1930, 1931, 1932, 1933, 1936, 1939, 1945, 1957 e 1967).

Estádio

O Estádio Atílio Marotti é um estádio de futebol, pertence ao Serrano Foot Ball Club. Localizado na Rua Madre Francisca Pia, 400, na cidade de Petrópolis, estado do Rio de Janeiro, possui capacidade atual para 8.500 espectadores.

Site
http://www.serranofc.com.br/ - fora do ar