quarta-feira, 23 de abril de 2014

Capivariano Futebol Clube

Capivariano Futebol Clube é um clube brasileiro de futebol da cidade de Capivari, interior do estado de São Paulo. Fundado no dia 12 de outubro de 1918, suas cores são vermelho e branco e a mascote é o "Leão". Campeão da Série A2 do Campeonato Paulista, consequentemente, está classificado para disputar, pela 1ª vez em sua história, a elite do Campeonato Paulista de Futebol em 2015.

Fundado em 1918, o Capivariano Futebol Clube é uma das equipes mais antigas da Região da Sorocabana, que era abastecida pela Companhia Estrada de Ferro Sorocabana. A linha ligava a capital paulista ao Oeste do Estado, chegando até a divisa com o Mato Grosso
Sua primeira competição profissional foi em 1958, no Campeonato Paulista da Terceira Divisão (equivalente a atual Série A3), onde permaneceu até 1963 sem nenhum resultado expressivo.
A partir de 1964, o clube esteve por 11 anos licenciado, e retornou somente em 1976, na Segunda Divisão (Série A3). Em 1980, a nomenclatura dos campeonatos foi mudada e, a partir desse ano, o Capivariano disputou a Terceira Divisão (Série A3), onde permaneceu até 1984, quando foi campeão e promovido à Segunda Divisão (Série A2). Ficou fora das competições promovidas pela Federação Paulista de Futebol entre 1964 e 1975.
A equipe de Capivari permaneceu na Segunda Divisão até 1987, quando houve mais uma outra reordenação dos campeonatos e a "Segundona" passou a ser a Série Especial. Nesse ano, o clube foi rebaixado, disputando no ano seguinte o Campeonato Paulista da Segunda Divisão (que equivale à atual Série A3), conquistando o título e o acesso à Série Especial (Série A2), onde permaneceu até 1991.
Após ficar o ano de 1992 sem disputar competições profissionais, o Capivariano retornou em 1993 na Série A2 do Campeonato Paulista. Entretanto, caiu duas divisões e no ano seguinte esteve inscrito na Série B1A (equivalente a atual Segunda Divisão), onde permaneceu até 1997.
Também em 1997 foi novamente rebaixado, desta vez à B1B (quinto nível, sem equivalência no sistema atual), divisão que disputou até 1999. A partir daí, participou do Campeonato Paulista da Segunda Divisão B2 (quinto nível) até em 2005, quando houve nova reorganização na estrutura do futebol paulista e as então séries B1, B2 e B3 foram unificadas na atual Segunda Divisão Estadual.
No ano de estréia na nova Segundona, o Capivariano conseguiu avançar à segunda fase, mas acabou eliminada na seqüência. Também disputou a Segunda Divisão em 2006 (novamente eliminado na segunda fase), 2007 (eliminado na primeira fase) e em 2008 (eliminado na segunda fase), mas sem sucesso.
O Capivariano também teve o mérito de contar com um dos maiores artilheiros de sua história, Luiz Fernando Borges "Romão", que inclusive se tornou o maior artilheiro da história do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, chegando a meta de 27 gols ao longo do torneio pelo clube de Capivari.
Entre 2011 e 2012, o Capivariano conquistou um feito histórico, dois acessos consecutivos, em 2011 acesso à Série A3 de 2012 e em 2012, acesso à Série A2 de 2013.
Em 2014, o Capivariano fez uma excelente campanha e conseguiu o acesso inédito para o Campeonato Paulista da Série A1 de 2015 com duas rodadas de antecedência em cima do Guarani, de virada por 2 a 1, gols de Silas aos 46 minutos do primeiro tempo e Rodolfo virando a partida aos 43 minutos do segundo tempo. O título veio na 19ª e última rodada, após bater em casa o Itapirense por 3 a 1, garantindo, de quebra, uma inédita vaga para a Copa do Brasil de 2015.

Hino do Clube

Camaradas garbosos lutemos
Rijamente, felizes na união,
Pela qual, sem temor venceremos,
Aureolando este nosso pendão!

Suba aos astros, dizendo o que somos
Nosso brado de intenso fervor,
Porque, moços, cantando nós pomos,
Nesta luta, da luta o fragor!

Capivariano! Clube amado
A incitar-te à vitória final,
As mulheres, sorrindo a teu lado
Querem ver-te marchando triunfal!

Comovidos, os astros, na altura
A nós mandam seu vivo clarão,
A cobrir-nos de muita doçura,
A aureolar este nosso pendão!

Na vitória ou derrota, tenhamos,
Sempre o mesmo sublime fervor,
E teremos, na glória em que vamos,
O sorriso, a ternura, o valor!

Estádio Municipal Carlos Conalghi 
Durante muitos anos, o Capivariano mandou os seus jogos no Estádio Municipal Fernando de Marco, próximo à estação da Sorocabana, hoje desativada. Atualmente, o clube joga no Estádio Municipal Carlos Conalghi, inaugurado em dezembro de 1992, e que tem capacidade para 7.314 mil torcedores.


Mascote : Nos anos 1950, o Capivariano, que foi um tradicional participante de competições amadoras, montou um verdadeiro esquadrão e se tornou praticamente imbatível nos campeonatos do Interior, vencendo 32 títulos zonais. Devido a este extraordinário desempenho, começou a ser chamado de “Leão da Sorocabana”, apelido pelo qual é conhecido até hoje.