sexta-feira, 6 de maio de 2011

Club Sportivo Cienciano

Apesar da badalação atual, o Club Sportivo Cienciano, time de Cuzco, no Peru, não possui tradição de conquistar títulos. A equipe só conseguiu o seu primeiro título de relevância em 2001, quando venceu o Campeonato Clausura, no ano de seu centenário.
A agremiação originou-se da idéia de alguns alunos do Colégio Acadêmico de Cuzco em 8 de julho de 1901. O Cienciano começou no amadorismo, disputando ligas regionais. Aos poucos, os habitantes da região foram se incorporando ao time. No primeiro jogaram comerciantes, advogados, médicos, professores, engenheiros e profissionais de outros setores da cidade.
Somente em 1972 a equipe ingressou no profissionalismo. Nesse ano, sua estréia ocorreu na primeira divisão da Liga Peruana. Quatro anos depois a equipe foi rebaixada. O Cienciano voltou a jogar com times da elite quando foi convidado pela Federação Peruana de Futebol  para disputar o Torneio Regional do Sul, onde foi campeão daquele ano.
Em 2001(2002), começou a ascensão e a coleção de títulos importantes para o clube. Neste ano ganhou o torneio Clausura, mas acabou perdendo para o campeão do Apertura, o Alianza de Lima.
O maior feito do clube foi alcançado em 2003, quando foi campeão da Copa Sul-Americana ao bater na final o River Plate. O primeiro jogo terminou empatado por 3 a 3, mas, no segundo, venceu heroicamente por 1 a 0.
A conquista credenciou o time para disputar a Libertadores de 2004, mas o time foi eliminado logo na primeira fase, qualificando-se em terceiro lugar no grupo, atrás do Nacional, do Uruguai, e do Independiente, da Argentina.
Em 2004, disputaram a Recopa Sul-Americana o campeão da Copa Libertadores da América, o Boca Juniors, e o Campeão da Copa Sul-Americana, o Cienciano. Após o empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, a equipe peruana foi melhor nos pênaltis e levou a taça.
A conquista de um título nacional bateu à porta do clube em 2005, mas a equipe não obteve êxito. Ela ganhou o Torneio Apertura, mas perdeu para o campeão do Torneio Clausura, o Sporting Cristal, por 1 a 0.
O time repetiu uma fraca campanha na fase inicial da Libertadores da América em 2006 e foi eliminado na fase de grupo. Ainda neste ano, o Cienciano bateu na trave novamente. O time ganhou o Torneio Clausura, mas perdeu para o Alianza Lima, campeão do Torneio Apertura.

Títulos

Copa Sul-Americana: 2003.
Recopa Sul-Americana: 2004.
Campeonato Peruano: 2001 (Clausura) e 2005 (Apertura) 
Estádio

Estádio Inca Garcilaso de la Vega  localizado na cidade de Cuzco, foi inaugurado em 1950, tinha capacidade para 22.000 torcedores, mas para ser uma das sedes da Copa América 2004 teve sua capacidade ampliada para 42.000 lugares.
É a casa do Cienciano e se localizada 3.350 metros acima do nível do mar.


Alcunhas Los imperiales, La furia roja, Los cusqueños, El Papá.

Mascote
A mascote do Cienciano se chama Rolando e é um burrinho em homenagem a São Bernardo. O santo tem em suas representações sempre o animal como seu acompanhante.

Site
http://www.cienciano.com/