domingo, 31 de janeiro de 2010

Clube Recreativo Atlético Campoverdense


Clube Recreativo Atlético Campoverdense, time de futebol da cidade de Campo Verde - MT, foi fundado dia 19 de Outubro de 2005. Suas cores são o azul e o amarelo. Disputa o Campeonato Estadual de Mato Grosso, conquistando resultadoos expressivos já em seu ano de estréia na 1ª Divisão do Estado, ficando com a 8ª colocação entre as 20 equipes em disputa.

Estádio

Felix Belém de Castro

Capacidade


Site

http://craccv.futblog.com.br/

sábado, 30 de janeiro de 2010

Cascavel Clube Recreativo



Foi fundado em 17 de Dezembro de 2001 para fortalecer o futebol da cidade, três clubes locais se uniram para formar o Cascavel Clube Recreativo : Cascavel S/A, SOREC e Cascavel Esporte Clube. O time participou pela primeira vez do Campeonato Paranaense no ano de 2003. Com uma campanha muito ruim, foi rebaixado para a Série B da competição, também conhecida como “Série Prata”. Com o rebaixamento, encerrou as atividades na temporada por falta de competições e verba.
O Cascavel ficou sem jogar por dez meses. O ex-presidente do Clube, Sandro Bacarin, afirmou que o principal motivo do rebaixamento foi a falta de apoio financeiro, o que também impossibilitou a diretoria de fazer boas contratações e os jogadores de terem uma pré-temporada adequada para entrarem bem no campeonato.

Em 2007, o clube voltou à elite do futebol paranaense contando com uma nova parceria: a Belletti Sports, que passou a dirigir o futebol do clube. Juliano Belletti, na época jogador do Barcelona, passou a atuar como manager. José Luiz dos Santos assumiu a presidência do clube, sendo um dos principais responsáveis pela parceria. Neste mesmo ano, com o comando de Lorival dos Santos, o Cascavel conseguiu se manter na primeira divisão.


A equipe possui um título estadual, conquistado em 1980 ainda como Cascavel Esporte Clube.Atualmente a equipe disputa a primeira divisão do Campeonato Paranaense de Futebol.

Mascote: Serpente


Estádio

A equipe manda os seus jogos no Estádio Olímpico Regional Arnaldo Busatto, com capacidade para 28.125 pessoas.


Títulos

A equipe possui um título estadual, conquistado em 1980 ainda como Cascavel Esporte Clube.

Site

http://cascavelcr.com.br/

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Clube Atlético Camponovense

O Clube Atlético Camponovense é um clube de futebol brasileiro sediado na cidade de Campos Novos em Santa Catarina. O clube até julho de 2000 chamava-se LC Sutil Esporte Clube.

Se profissionalizou em 2001 e disputa pela terceira o campeonato da Segunda Divisão estadual. Em 2001, no ano seguinte foi penúltimo colocado do seu grupo, e só não foi o pior porque o Real de Blumenau estava na competição. O Real Sport Arte Clube tomou 25 gols nos 10 jogos e fez 9. Nada mau pra um clube que treinava em um parque aquático.

O CAC (de Campos Novos) se licenciou do futebol em 2004 após uma campanha humilhante na segunda divisão. Fez 5 pontos, e tomou 53 gols. Incluindo goleadas como 6x1 para o Marcílio Dias e 7x1 para o Atlético de Ibirama. No dia 1º de setembro o clube desistiu da competição.




Estádio

Cid César de Almeida Pedroso - 4000

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

São Domingos Futebol Clube

O São Domingos Futebol Clube é um clube de futebol brasileiro da cidade de São Domingos, no estado de Sergipe. Foi fundado em 11 de novembro de 2004 e suas cores são o verde, o azul e o branco.
Em São Domingos os torcedores cobravam a formação de uma equipe profissional, pois a seleção de São Domingos realizava amistosos com equipes profissionais e sempre jogava bem contra as mesmas.
O prefeito na época Hélio Mecenas que sempre incentivou a pratica do futebol, convidou Miguel José dos Santos(Fuzuê) e o professor Elenilson e pediu que fosse criada uma equipe profissional que a prefeita daria todo o apoio necessário para a criação da mesma. Miguel Fuzuê preparou a parte burocrática (estatuto, atas, regimento, etc..) Enquanto o profº Elenilson preparava a parte humana, contactando atletas da cidade para fazerem parte da nova equipe.

No dia 11/11/2004, surgia finalmente o São Domingos Futebol Clube como equipe profissional, e no ano de 2006 o São Domingos participava pela primeira vez de um campeonato profissional. Participando do campeonato sergipano da série a2 daquele ano.

O primeiro jogo profissional do São Domingos aconteceu no dia 03 de setembro na cidade histórica de São Cristóvão onde o São Domingos foi derrotado por 2 x 0.
Em 2007 foi vice-campeão da Sergipano Série A-2, colocando o São Domingos na primeira divisão do Estadual.
Em 2009 o Coelho do Agreste conquista a sua mais importante em tão pouco tempo de criado, a Copa Governador do Estado, dando direito a vaga na Copa do Brasil 2010.




Estádio
O Estádio Arnaldo Pereira é um estádio de futebol situado na cidade de São Domingos, no estado de Sergipe, pertence ao Governo Municipal e utilizado para jogos de mando de campo do São Domingos Futebol Clube.

Capacidade 2.000



Alcunhas Coelho do Agreste
 
Site
 
http://www.saodomingosfc.com.br/
 

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Red Bull Brasil

A agremiação foi fundada no dia 19 de novembro de 2007, e é mantido pela companhia multinacional austríaca de bebidas energéticas Red Bull. Em 2008, começa as suas atividades participando do Campeonato Paulista - Série B. Seus principais astros eram: o atacante Maurílio, ex-Palmeiras, e o volante Gilmar Fubá.
A busca por resultados se traduz também pela consultoria que lhe é prestada através da Brunoro Sport Business, de José Carlos Brunoro, um dos responsáveis pela fase de ouro do S.E. Palmeiras na década de 1990, bem como a estrutura disponibilizada pela empresa Red Bull, que contempla a cidade de Vinhedo-SP com investimentos maciços, tanto do ponto de vista econômico, quanto social.

Assim, a equipe está alojada em um hotel da cidade desde fevereiro de 2008, comissão técnica, coordenadoria, rouparia, fisioterapia, e vem montando a equipe sub-20, priorizando vagas aos atletas da cidade e região, em verdadeira iniciativa social propositiva que conta com amplo apoio do poder público municipal, diante ainda dos empregos diretos e indiretos que foram criados e do incremento na economia da cidade.

Em 2008 ,  a equipe do Red Bull Brasil fez sua estréia oficial no Campeonato Paulista - Série B no dia 20 de abril de 2008, contra o Sumaré, com uma vitória de 2x0. Até o final da terceira fase da competição, o Red Bull fez um total de 30 partidas. Em seu primeiro ano venceu 13 jogos, empatou 10 e perdeu 7. Teve 54 gols a favor e 27 contra. O artilheiro foi César com 15 gols. Terminou a competição em 5º lugar.
Em 18 de abril, o time principal recomeçou sua caminhada no Campeonato Paulista Segunda Divisão, mas, ao contrário do ano anterior, perdeu seu jogo de estréia para o SC Atibaia por 3×1, mas recuperou-se nos jogos seguintes. O técnico Ricardo Pinto foi substituído por José Luis Fernandes que deu lugar a Jair Picerni. Com Picerni, a equipe conseguiu o acesso à Série A3 do Campeonato Paulista, e também no dia 22 de novembro, o título inédito de Campeão Paulista da Segunda Divisão.


Títulos

Campeão Paulista da Segunda Divisão  2009


Estádio

A equipe manda seus jogos no estádio Moisés Lucarelli (estádio pertencente à Ponte Preta). Sua sede administrativa fica na Avenida José de Souza Campos, número 1815 - conj. 307, também em Campinas.

Site
http://www.redbullbrasilfc.com.br/

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Alto Acre Futebol Club

Fundando dia 31 de março de 2009, numa região fronteiriça e localizada no coração da Amazônia, surge o Alto Acre FC. Um dos objetivos desse clube será a integrar a região através da paixão nacional chamada futebol. Os idealizadores do clube são: José Ivonaldo da Costa Rodrigues, Eduardo Silva de Oliveira e James da Silva Andrade.
Com um voto contrário (Andirá EC) e oito a favor, o Alto Acre é o mais novo caçula do futebol profissional acreano. O clube cumpriu com todas as normas estatutárias impostas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e Federação de Futebol do Acre (Ffac),
O Alto Acre FC chega ao profissionalismo apoiado pelas prefeituras de Epitaciolândia, Brasiléia, Assis Brasil, Xapuri e Capixaba. O clube estréia no Estadual dia 13 de março, quando enfrenta a equipe do Andirá. O jogo está marcado para o estádio Antonio Araújo Lopes, mas pode ainda sofrer alteração na reunião desta sexta-feira na sede da Federação de Futebol do Acre

Estádio

Antônio Araújo Lopes, em Epitaciolândia


Site
http://altoacrefutebolclub.spaceblog.com.br/

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Sociedade Atlético Ceilandense

Em 1976 um grupo de amigos se reunia todos os finais de semana no campo de futebol da QNL de Taguatinga, onde hoje funciona o Atacadão Extra. Desta empolgação surgiu um time amador chamado L Norte Esporte Clube.O time amador ganhou tudo que disputou. O senhor Manoel da Silva Santos então teve a idéia de fundar um time profissional daquele amador.

Em 08/10/1977 surgiu então a Sociedade Esportiva Ceilandense cujo mascote era uma serpente como se via no seu primeiro escudo Ao ser fundado como clube profissional, a Ceilandense guardou um pequeno resquício do Nacional: as cores azul, vermelha e branca, herança do próprio nome e que era uma homenagem ao Nacional do Uruguai, campeão da Libertadores da América em 1971, 80 e 88.
Mas a vida do Ceilandense nunca foi fácil. Sua vida era recheada de acessos e descensos, porém sem conseguir o título de campeão. Participou da série C do brasileiro em 1995 e 1997. Em 2005 foi vice campeão da segunda divisão mas caiu no ano seguinte.
Os maus resultados dentro de campo refletiram diretamente a vida do Ceilandense que sempre disputava a segunda divisão com jogadores emprestados do parceiro Ceilândia. O clube também ficou com fama de caloteiro ao chegar nos finais de temporada devendo salários aos jogadores. Em 2006 mudou o escudo novamente e o mascote: Arara.
Na segunda divisão desde então, o Ceilandense sempre chegava nas semifinais e morria na praia. Foi assim em 2007 (5º lugar) e 2008 (4º lugar) até que em 2009 surgiu a oportunidade de fazer uma parceria com o Gama que acabara de encerrrar sua participação na série C. Ano passado o clube surpreendeu e foi campeão pela primeira em sua história levantando o caneco da segunda divisão candanga.

Foi então que o time mudou mais uma vez de escudo e de uniforme. Devido a uma parceria entre o Ceilandense e o Atlético-GO, o clube mudou seu nome, seu escudo, seu uniforme e seu mascote passando a se chamar Sociedade Atlético Ceilandense.
Sob a presidência de Marcelo Cruz e Gerência de futebol de Carlos Félix, o Ceilandense teve que reformular todo o seu elenco para 2010, já que o Gama levou todos os jogadores. Mas o clube investiu bem e trouxe bons jogadores do futebol do norte e alguns valores locais. O técnico é João Carlos Cavalo, famoso por levar pequenos clubes ao título no norte. Neste ano o Dragão começou avassalador e foi líder por três rodadas. Porém vem de uma humilhante derrota para o Botafogo por 4x1 e está na terceira colocação. Com a equipe que tem, o Ceilandense de 2010 tem totais condições de se classificar para as semifinais. Já conquistar o título é outra história. Uma vaga na série D já estará de bom tamanho.

Títulos

Campeão da Segunda Divisão 2009

Mascote Dragão
Estádio
 
Abadião é um estádio de futebol localizado na cidade de Ceilândia no Distrito Federal - Brasil. O nome é uma homenagem a Maria de Lourdes Abadia , ex-administradora de Ceilândia .O nome oficial do estádio é Estádio Maria de Lourdes Abadia.Foi fundado em 27 de agosto de 1978
Capacidade 4.000 pessoas

domingo, 24 de janeiro de 2010

Clube Esportivo Guaicurus

Fundado em 4 de março de 2002, disputa o Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol., o Clube Esportivo Guaicurus, presidido por Acir Magalhães, cresceu participando de competições amadoras das categorias de base organizados pela entidade. Com a profissionalização do Guaicurus, Campo Grande passou a contar com cinco equipes na primeira divisão do futebol. Guaicurus teve boa atuação na Série B e nas categorias de base.
5º colocado Série B 2009 (substituindo a desistência do Coxim A.C. e, na sequência, a não participação do Glória de Dourados E.C. – 4º colocado Série B 2009), participa pela primeira vez da divisão principal.


Estádio
O estádio Pedro Pedrossian, ou Morenão, como é chamado, é um estádio de futebol localizado na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O estádio está situado na zona sul da cidade de Campo Grande, dentro do campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). É o maior estádio de futebol de Mato Grosso do Sul. O estádio tem esse nome em homenagem ao então governador de Mato Grosso, Pedro Pedrossian, na época da fundação da UFMS (UEMT-1971).
Capacidade 45.000 pessoas

sábado, 23 de janeiro de 2010

Sport Clube Shallon

O Sport Clube Shallon é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Porto Velho, capital do Estado de Rondônia. Embora tenha sido fundado em 05 Janeiro 1991, profissionalizou em 24 Abril 2000 . Suas cores são vermelho,branco e preto. Vice de 2ª Divisão Rondoniense: 2008


Estádio:

Aluízio Ferreira (Capacidade 8.000)

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Estrela do Mar Esporte Clube

Fundação 6 de maio de 1953 Cidade: João Pessoa/PB
Participou da Taça Brasil 1960

Títulos


Campeonato Paraibano: 1959.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Bela Vista Futebol Clube

Fundada em 21/4/1930, a equipe disputou, sem muito sucesso, o Campeonato Mineiro de Futebol entre os anos de 1958 e 1962. Nesse período conseguiu a façanha de derrotar o Atlético Mineiro em dois jogos oficiais, um deles em Belo Horizonte, em 1961 (3x2) e o outro em Sete Lagoas, em 1962 (3x1). Nessa época o Bela Vista disputava com o Democrata um dos maiores clássicos do futebol mineiro na década de 50. Conhecido como o “Clássico do Sertão”, movimentava a pacata cidade de Sete Lagoas, distante apenas 62 quilômetros de Belo Horizonte. Mas nem de longe o Bela Vista podia se comparar ao rival, que conseguiu se sagrar por três vezes vice-campeão mineiro, em 1955,1957 e 1963.

A excursão:


Assim, em 1958, como os clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, o pequeno Bela Vista também deu um jeito de excursionar pelo Velho Mundo, aproveitando o título mundial conquistado pela Seleção Brasileira. Apanhou, feito gente grande, durante mais de dois meses, mas voltou com uma boa história na bagagem: quase empatou com o Real Madrid no Santiago Bernabeu. Na partida, no Rio de Janeiro, os rapazes do Bela Vista, devidamente uniformizados, concederam entrevistas e posaram para fotografias. Anunciaram que excursionariam pela Europa com um plantel de 16 jogadores para um mínimo de trinta jogos, somente contra clubes pequenos.



O presente:


Hoje o clube mantém o trabalho na base, disputando o campeonato mineiro nas categorias infantil e juvenil, mas mantém inativo o departamento de futebol profissional.

Estádio



Nome Oficial: Estádio Santa Luzia
Capacidade: 2.000 pessoas
Endereço: Rua Tupiniquins, 340 - Santa Luzia - Sete Lagoas-MG
Proprietário: Bela Vista Futebol Clube

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Marília Futebol Clube

A amizade que uniram Domingos Cândido, João Bosco, José Carlos, Zezé, Lenilson Ferreira e Raimundo Alves, fez com que decidisse fundar um time de futebol, cujo nome escolheu Marília Futebol Clube, o calendário marcava 22 de novembro de 1984. Em 1997 a grande arrancada do Azulão, com o patrocínio da empresa Pneus Fort e consequentemente marcava ali o início da era Antonio Pereira Borges, construindo uma história vitoriosa como comandante do Azulão, é hoje na atualidade o maior ganhador de títulos do Sul do Maranhão.

Em 1999 Antonio Pereira realizava mais um grande sonho, construía as margens da BR-010 o seu CT (O CT Pereirão), onde o Marília passaria a disputar todas as competições e consequentemente o início da escolinha, denominada, Centro de Formação de Atletas, orientados por professores competentes, nas inúmeras categorias que fazem do Marília hoje, um das grandes potencias do Futebol do Maranhão.
No dia 22 de novembro de 2007 o Marília Futebol Clube anuncia sua profissionalização, este foi um presente de aniversário que o clube deu a seus torcedores, com isso o projeto do azulão passa a visar o crescimento e fortalecimento nas divisões de base, que hoje é uma grande potencia do futebol maranhense.
Em 2008 o clube torna-se reconhecido nacionalmente devido à participação na Copa São Paulo de Futebol Júnior, quando eliminou os favoritos em seu grupo Grêmio Barueri e Atlético Mineiro, classificando-se em primeiro colocado no seu grupo. No mesmo ano o time também fará sua estréia em competições profissionais, na Segunda Divisão do Campeonato Maranhense. Suas cores são o azul e o branco.

Estádio

O CT Pereirão, que é o (Centro de Treinamentos do Marília Futebol Clube), foi inaugurado em 5 de agosto de 1999, em um jogo amistoso do Amador do Azulão contra o time do Tiradentes, vencido pelo Marília pelo placar de 1 x 0, com o gol do melhor camisa 10 do Marília de todos os tempos o meia Xaxado.
Capacidade 1.200

Site
http://www.mariliafc.com.br/

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Arapongas Esporte Clube

Arapongas Esporte Clube ou simplesmente Arapongas é um time de futebol de Arapongas, no estado do Paraná. Suas cores são verde e branco, e disputa o Campeonato Paranaense de Futebol - Segunda Divisão.


Desde 1996, Arapongas não tem um time na Série Ouro do Campeonato Paranaense. Naquele ano, a Associação Atlética Arapongas acabou em 18.º lugar e foi rebaixada. O Arapongas Esporte Clube teve o mesmo fim quatro anos antes, e desta forma o tradicional Estádio Municipal José Chiapin, conhecido como “Dos Pássaros”, ficou sem receber os principais times do estado.


Estádio

O Estádio Municipal José Chiappin, está localizado em Arapongas é popularmente conhecido como Estádio dos Pássaros, devido ao enorme fluxo de pássaros na cidade, e pela própria cidade ter a alcunha de Cidade dos Pássaros.
Capacidade 10.500


Site

http://www.arapongasesporteclube.com.br/

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Barcelona Esportivo Capela Ltda

O Barcelona Esportivo Capela foi criado no dia 20 de janeiro de 2004, no bairro da Capela do Socorro, em São Paulo. A inspiração para seu surgimento, porém, não está apenas no xará famoso da Espanha, e sim em outro clube do bairro, a Sociedade Esportiva Barcelona – esta, sim, fundada em 1999, com base nas cores e no distintivo do clube espanhol.
Na fundação, porém, o novo clube da Capela do Socorro não inspirou seu distintivo no gigante catalão, como fez seu irmão mais velho. Desde sua origem, o clube já utilizava um distintivo cortado por uma faixa branca que continha o nome do time: Barcelona. Abaixo desta faixa, quatro listras verticais vermelhas; acima, uma bola de futebol amarela.
As cores do Barça, entretanto, serviram de inspiração para o clube paulistano, que estreou no futebol profissional com camisas e calções azuis e meias vermelhas. Na camisa e no calção, há uma listra vertical vermelha, colocada ao lado esquerdo do fardamento e limitada por duas finas faixas amarelas. Porém, em sua primeira competição oficial, o clube não repetiu o sucesso do primo rico da Espanha, parando ainda na primeira fase da extinta Série B-2 do Campeonato Paulista.
Com dificuldades financeiras, o clube decidiu deixar o estádio Capelão para jogar em Ibiúna, município vizinho da capital, após uma tentativa frustrada de um acordo com a cidade de Atibaia. Então, em 2005, o clube estreou na reformulada Série B do Paulistão, jogando em uma nova cidade, com uma pequena mudança no distintivo – que passou a contar com o nome da casa nova. A mudança, porém, não trouxe melhor sorte à equipe, lanterna de seu grupo na Segunda Divisão daquele ano.
Nos anos seguintes, o Barcelona chegou a alterar algumas vezes seu uniforme, vestindo-se com uma camisa listrada (semelhante ao do Barcelona catalão) e até mesmo tirando a faixa da camisa. Sem obter sucesso, o clube encerrou a parceria com Ibiúna em 2007, afastando-se de competições em 2008. Retornou em 2009 – agora, com o distintivo reformulado, sem o nome da antiga cidade, mas não passou da primeira fase da Segundona.

Estádio

Aníbal de Freitas, pertencente ao Clube Guapira da Zona Norte da cidade.
Capacidade 7.000

Mascote
Conhecido pelo seu mascote, que é um Elefante, uma homenagem feita a um dos primeiros torcedores do clube, que usava uma camisa listrada com parte da barriga à mostra, o Barcelona disputa desde sua criação o Campeonato Paulista da Segunda Divisão.






Sitehttp://www.becfutebol.com.br/

domingo, 17 de janeiro de 2010

Barcelona Esporte Clube

Fundado .em 05 de Dezembro de 1999, O BARCELONA ESPORTE CLUBE, o nome surgiu em homenagem ao clube espanhol.


O BARCELONA E.C é uma instituição filantrópica, sem fins luvrativos, mantido por colaboradores, patrocinadores e projetos de Incentivos Fiscais e Culturais.

Agremiação que homenageia o prestigioso FC Barcelona, da Espanha, o homônimo carioca estreou no profissionalismo em 2000, no Campeonato Estadual da Quarta Divisão, chamado à época de Série A-3, de 2000. Fica apenas em sétimo na classificação final.

Em 2001, é convidado a disputar a fase preliminar do Campeonato Estadual da Segunda Divisão de Profissionais. O clube fica em penúltimo em sua chave e é eliminado.
Em 2002, se licencia das competições profissionais. Volta em 2003, na Segunda Divisão. Fica apenas em terceiro na chave, sendo logo eliminado da competição. Como não havia passado dessa fase preliminar, não consegue por conseguinte a participação para o ano seguinte na mesma divisão. No mesmo ano disputa então a Terceira Divisão. Fica em terceiro em sua chave e, portanto, não consegue se classificar para a fase final.
Em 2004, se licencia novamente da Terceira Divisão. Em 2009, retorna às competições, participando da Terceira Divisão de Profissionais e Juniores.

Seu mascote é um cachorrinho e suas cores são azul e vinho.

Site
http://barcelonadorio.blogspot.com/

sábado, 16 de janeiro de 2010

Alto do Rodrigues Esporte Clube

O Alto do Rodrigues Esporte Clube é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Alto do Rodrigues, no estadp do Rio Grande do Norte. Foi fundado em 16 de Fevereiro de 2002.
O clube manda seus jogos no estádio Municipal Abelardo Rodrigues que possui capacidade para mil espectadores.
Suas cores são marfim e verde. Atualmente o clube participa da segunda divisão do campeonato potiguar.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Universidade Sport Club

Universidade Sport Club é o novo nome do Sport Club Ulbra. Com a mudança do nome e a colocação de dourado nas cores da agremiação, que agora tem o dourado além do branco, do azul e do vermelho, um novo distintivo foi criado e apresentado oficialmente na manhã desta sexta-feira(04/12/09).
O Sport Club Ulbra tem nova diretoria, novo nome, irá disputar o Gauchão, mas não terá o apoio da Reitoria da Universidade Luterana do Brasil,. São várias as novidades no futebol da Ulbra. O ex-reitor da universidade, Rubem Becker, renunciou ao cargo de presidente do clube junto com o seu vice, Leandro Becker, e com todos os 20 conselheiros. Em seus lugares, no dia 23 (sexta-feira, assumiram 20 novos conselheiros, que elegeram o jogador de vôlei Gílson, o Gílson Mão-de-Pilão, como novo presidente. O vice-presidente de Gílson é o investidor francês Cristopher, que está viabilizando a participação da Ulbra no Gauchão. O time de Canoas também tem um novo nome e passa a ser chamado de Universidade Sport Club.

Obs.: As letras HRH significam Honra, Respeito e Humildade.





Estádio
 
Complexo Esportivo da Ulbra
Capacidade 10.000 pessoas

Site
http://www.universidadesc.com.br/

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Esporte Clube Macapá


O Macapá foi fundado no dia 18 de novembro de 1944, originado à partir do extinto clube Panair Esporte Clube, de Macapá, o qual havia sido campeão estadual em 1944. Em 1946, mudou de nome para o atual: Esporte Clube Macapá.


Títulos:


1 Torneio Integração da Amazônia: 1975.

17 Campeonatos Amapaense: 1944 - como Panair EC, 1946, 1947, 1948, 1954, 1955, 1956, 1957, 1958, 1959, 1969, 1974, 1978, 1980, 1981, 1986 e 1991
 
Estádio :
 
Milton Rodrigues(Zerão)
Capacidade 5000
 
Mascote: Avião

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Parauapebas Futebol Clube

Parauapebas Futebol Clube nasceu há 20 anos atrás, quando em 1989 era fundada a Liga Esportiva de Parauapebas, afirmou Roque Dutra, que agora passa a acumular duas presidências, a da Liga e a do Clube.


Muita emoção e descontração marcou a noite histórica no município, pois a realização desse sonho vem de encontro a um antigo anseio da sociedade, que ultimamente vinha adotando o Águia de Marabá para acolher e torcer. Segundo informou Roque Dutra, nesta semana a direção do clube vai trabalhar na regularização da entidade para que o time, ainda neste ano possa atuar e mostrar o verdadeiro futebol do município.

As Cores do Clube fazem alusão a riqueza da região, o Verde predominante no uniforme principal representam a Floresta de Carajás, o Amarelo e Marrom representam nosso minério.

Os coordenadores explicaram que a escolha do nome do time, foi fruto de muita discussão, outros nomes apareceram mas nenhum estava mais próximo do objetivo, que é fazer reconhecer nossa cidade e sua gente em todo o estado, para que todas as vezes que o nome do time for mencionado teremos orgulho de sermos Parauapebenses. Por isso Parauapebas Futebol Clube. O evento foi encerrado com um jantar em clima de festa e confraternização.
 
Estádio
 
O Estádio Municipal Rosenão, localizado no bairro Liberdade em Parauapebas, ganhou na tarde desta última quinta-feira (29) o reforço de mais arquibancadas, aumentando a sua capacidade para receber torcedores. Com o reforço, a capacidade do Rosenão passa de cinco mil, para 10 mil torcedores.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Associação Atlética Rio Sono

Às vésperas de sua estréia na 2ª divisão do Campeonato Tocantinense, a Associação Atlética Rio Sono tem maior desafio fora dos gramados. Criada em 23 de julho de 2008, após a conquista do Campeonato Regional de Miracema – Edição 2008, a AARS surgiu da necessidade de formalização (criação da pessoa jurídica), que garantiria o acesso à 2ª Divisão. Ou seja, tratava-se de uma condição sine qua non para participação no campeonato amador com o requisitos para a conquista da vaga entre os semifinalistas.


Disputou a segunda divisão tocantinense em 2009
 
Site
http://www.riosonoesporte.com.br/

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Rio Claro Futebol Clube

O Rio Claro Futebol Clube foi fundado em 9 de maio, de 1909. A iniciativa foi tomada por quatro homens: Joaquim Arnold, Constantino Carrocine, João Lambach e Bento Estevam de Siqueira, que sonhavam em transformar Rio Claro na capital do futebol.
O Galo Azul, mascote da equipe, acompanha o time desde a sua fundação e é uma marca da rivalidade entre Rio Claro e Velo Clube, a outra agremiação da cidade e que possui um Galo Vermelho como símbolo, sendo o grande rival do Azulão, como também é conhecido o Rio Claro graças à cor azul escura de seu uniforme.

Dos quatro fundadores do clube, três eram ferroviários. Graças a isso, os primeiros jogos mandados pelo clube foram no estádio do Grêmio Cia. Paulista de Estradas de Ferro, campo que existe até hoje em Rio Claro, mas sem as arquibancadas.

O Galo Azul mandou seus jogos no local até o ano de 1931, quando a diretoria do clube construiu um estádio. O campo era bastante moderno para a época em que foi construído, em um terreno cedido pela prefeitura de Rio Claro. E o campo novo deu sorte. Jogando no novo palco, o Rio Claro foi campeão regional por quatro vezes, em 1931, 1935, 1936 e 1937.

Em 28 de janeiro de 1973, nova mudança. Dessa vez para o estádio Augusto Schmidt Filho, onde o Galo Azul manda seus jogos até hoje. Para a inauguração, três jogos foram realizados no mesmo dia.

O primeiro foi entre Rio Claro e Corinthians. O Timão venceu por 2 a 1, com gols de Tião Marino e de Rivelino. Sérgio Moraes anotou o tento para os donos da casa.

A segunda partida foi do mesmo Rio Claro, mas contra o São Paulo. Novo revés. O Tricolor paulista venceu por 1 a 0, gol de pênalti marcado por Pedro Rocha.

A última partida do dia foi o clássico da cidade: Rio Claro contra Velo Clube. Vitória do Galo Azul, que marcou um gol no Velo e não sofreu nenhum. Quem balançou a rede pelo Azulão foi Sérgio Moraes. O público da partida entre Rio Claro e Velo Clube foi o maior dos três jogos.

A história recente do Rio Claro é recheada de acessos. Em 2001, o time disputou a série B-2 do Paulistão e, com o vice campeonato conquistado, subiu para a Série B-1 do campeonato.

Em 2002 veio o segundo acesso seguido. Com o título da Série B-1 conquistado, o Galo Azul disputou a Série A-3 do Campeonato Paulista em 2003, e lá ficou até 2005, quando conseguiu subir para a Série A-2 do Paulistão.

Em 2005, o Rio Claro faturou o vice-campeonato na Copa Federação Paulista de Futebol e conquistou uma vaga para a Série C do Brasileirão.

Em 2006 veio outro acesso. O time do Rio Claro terminou na segunda colocação do grupo 3 da Série A-2 e garantiu o direito de disputar a Série A-1 do Paulistão pela primeira vez em sua longa história.

Infelizmente o Rio Claro não foi bem no Campeonato Paulista de 2008 e, ao lado do Juventus, Rio Preto e Sertãozinho, acabou rebaixado e terá que disputar a série A2 no Paulistão 2009. Retornou a primeira divisão em 2010.

Títulos
Campeonato Paulista Série B-1 : 2002

Hino

Rio Claro Futebol Clube

Meu querido Azulão
Rio Claro Futebol Clube
O Clube do coração
És o clube das duas cores

Arrojado e valoroso
Não receia dissabores
Sorri sempre vitorioso
O teu passado te enobrece

Teu presente é uma glória
No futuro resplandece
O Esplendor de sua história
Em cada cor que fulguras

No teu nobre Pavilhão
És o timbre da Bravura
Que te sagra campeão
O Branco é a disciplina

O Azul a simplicidade
E o clube nos ensina
A ter força de vontade




Mascote

A mascote do Rio Claro Futebol Clube é o Galo Azul. O animal foi adotado como símbolo do clube graças ao mascote do maior rival do Rio Claro, que é o Velo Clube e possui um galo vermelho. Por conta disso, o Rio Claro adotou seu Galo Azul como mascote.

Site

http://www.rioclarofc.com.br/

domingo, 10 de janeiro de 2010

Itaperuna Esporte Clube

A primeira bola de futebol chegou a Itaperuna em 1911 e as primeiras partidas do esporte foram disputadas na Fazenda Porto Alegre, na Av. Zulamith Bittencourt. O primeiro time foi fundado em 1915, com o nome de Porto Alegre e o esporte cresceu na cidade. Em 1943 surgiu o Comércio e Indústria e em 1948, o Unidos Atlético Clube. O Itaperuna Esporte Clube nasceu da fusão destes três clubes e seus patrimônios no ano de 1989. Vários foram os incentivadores do futebol na cidade, mas talvez o maior deles tenha sido o Sr. Jair Bittencourt, que dá nome ao estádio . .
O Itaperuna chegou a disputar o Campeonato Brasileiro da Série "B" em 1989 (sétimo na classificação final), 1990, 1991 e 1992. Além da Série "C" em 1995.

A maior glória alcançada pelo clube foi a conquista do Torneio Seletivo para o Campeonato Estadual, em 1999, e foram dois os clímax de sua trajetória. O jogo contra o Flamengo, no Maracanã (Rio de Janeiro), e contra o mesmo time, em Itaperuna, no dia 9 de maio, que foi transmitido para mais de 150 países.
Em 2002, o Itaperuna e o Esporte Clube Barreira, que enviaram representantes ao conselho arbitral da categoria, resolveram ficar de fora de competições oficiais por dois anos, surpreendendo muitos, já que ambos tradicionalmente sempre participaram da elite do futebol do Rio. Dirigentes do Barreira e Itaperuna alegaram que não tinham condições financeiras e pediram para sair do campeonato.
Em 2004, o clube volta a disputar a Segunda Divisão, onde não foi muito bem e continua até hoje.

Títulos

Campeonato Carioca da Terceira Divisão: 1985.

Estádio

O Estádio Jair Siqueira Bittencourt está situado na cidade de Itaperuna no estado do Rio de Janeiro e pertence ao Itaperuna Esporte Clube, tem capacidade para 10.000 pessoas.

Mascote

Águia da Serra

sábado, 9 de janeiro de 2010

Novo Horizonte Futebol Clube

Meados da Década de 60 - É fundado no Bairro Novo Horizonte, em Ipameri, um clube amador com o nome de Horizonte Futebol Clube.


1967 - Chega a Ipameri, vindo de Araguari, o Sr. Durval Ferreira Franco, grande abnegado do esporte e líder visionário.

1972 - É inaugurado o estádio Durval Ferreira Franco com um torneio entre Novo Horizonte, Fluminense de Araguari, Botafogo de Ribeirão Preto e Goiânia. Neste mesmo ano, o clube conseguiu o acesso à primeira divisão do futebol goiano pela primeira vez.

1973 - Disputando pela primeira vez o Goianão, o Novo Horizonte faz campanha muito ruim e é rebaixado à segunda divisão.

1973/1986 - O clube se volta ao amadorismo.

1986/1987 - Com muito sofrimento e com vários jogadores da própria cidade, o Novo Horizonte disputa a Segunda Divisão do Campeonato Goiano, tendo conseguido finalmente em 1987 ser vice-campeão da Segunda Divisão e o acesso à Primeira Divisão.

1988 - O Novo Horizonte reestréia na primeira divisão do Campeonato Goiano com uma equipe razoável e fica na oitava colocação.

1989 - O Novo Horizonte faz novamente uma campanha regular, desta vez a classificação final foi a 9ª colocação.

1990 - Neste ano, sob o comando do treinador Nivaldo Lancuna, o Novo Horizonte fez uma campanha muito boa no Goianão, tendo conquistado um 6º lugar na classificação final, embora tenha ficado entre os quatro melhores da fase final.

1991 - Outra campanha apenas razoável, 9ª colocação.

1992 - O Novo Horizonte se classificou entre as oito melhores equipes das 16 que disputaram o campeonato daquele ano, para disputar a segunda fase, a classificação final foi um 7º lugar. Neste ano, o Novo Horizonte formou uma das melhores equipes de sua história, por muito pouco não chegando à final do campeonato.

1993 - Em um campeonato inchado pela presença de 18 clubes, o Novo Horizonte conseguiu uma campanha razoável, ficando em 11º lugar.

1994/2000 - Com a promessa de uma total reformulação no estádio Durval Ferreira Franco por parte do Governo Estadual, a diretoria do clube resolve pedir licença do campeonato estadual de 1994, o resultado disso foi a parcial demolição do estádio com o início das obras e a interrupção logo em seguida, por esse motivo o clube se ausentou do futebol profissional por 7 longos anos (não há outro estádio em Ipameri).

2000 - Cansados de esperar por uma definição com relação ao prosseguimento das obras, o Novo Horizonte reconstrói a parte demolida do estádio, além de uma sede administrativa e acomodações para os departamentos técnicos, imprensa e alojamento para atletas.

2001 - Com muita ansiedade e alegria, o Novo Horizonte volta a disputar o campeonato Goiano. O direito do clube em disputar a Primeira Divisão foi reconhecido pela Federação Goiana de Futebol, pois o clube estava licenciado e não era culpado pela situação do estádio. A campanha deste ano foi novamente razoável, um 7º lugar, mas a empolgação pelo retorno já antecipava a sensação de que o clube teria muitas glórias por vir.

2002 - Com um trabalho sério e bem planejado, novamente sob o comando de Nivaldo Lancuna, o Novo Horizonte mostrou força e chegou com méritos à final do campeonato contra o Goiás. Neste campeonato, o clube não pôde disputar as partidas da final em casa, pois o regulamento não permitia que a final fosse disputada em um estádio com capacidade de público menor que 15.000 torcedores. Mesmo assim, o vice-campeonato goiano levou Ipameri e o Novo Horizonte a um lugar de destaque no cenário goiano e até nacional. O clube disputou também em 2002, a Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro, onde chegou à segunda fase.

2003 - Desta vez sob o comando do técnico Marcius Fleury, o Novo Horizonte reforçou a base da mesma equipe de 2002. Era uma equipe muito temida pelos adversários e chegou com brilhantismo à final do campeonato, onde perdeu somente nas temidas cobranças de pênaltis.

2004 - Pede licença da disputa do campeonato goiano da primeira divisão, sendo automaticamente rebaixado à segunda divisão.

2007 - Disputa a segunda divisão do Goiano, sendo campeão da mesma.
 
Títulos
 
Vice-Campeonato Goiano: 2 vezes (2002 e 2003).
Campeonato Goiano - 2ª Divisão: 2007.


Mascote: Fantasma

Estádio:

Durval Ferreira Franco
Capacidade: 6000 pessoas

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Futebol Clube do Porto

O Futebol Clube do Porto é um clube de futebol brasileiro, fundado em 1999, sediado na cidade de Porto União, Santa Catarina, mas joga no estádio Municipal Antiocho Pereira na cidade vizinha, União da Vitória, no Paraná pois sua cidade natal não dispõe de uma estrutura cabível. O Porto disputou a Segunda Divisão em 1999 onde não obteve boa campanha. Após oito anos de licença, disputou a Divisão de Acesso do campeonato catarinense aonde foi campeão. Atualmente joga a Campeonato Catarinense da Divisão Especial.

Alcunhas: Azulão da Fronteira

Títulos

Campeão Catarinense - Divisão de Acesso - 2008

Estádio:
Antiocho Pereira - União da Vitória / Paraná.
Capacidade 12.000




Site

http://www.fcporto.com.br/

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Poços de Caldas Futebol Clube

Tudo começou em 1934, quando funcionários do Palace Hotel criaram o Palace Futebol Clube. Mais tarde, a equipe recebeu o nome de Poços de Caldas Futebol Clube, porém, anos depois, devido a problemas políticos e estruturais, foi desfeita.
Agora, mais de 70 anos depois, no dia 01 de junho de 2007, com apoio da Associação Desportiva Classista Pamafer, pessoas ligadas diretamente ou indiretamente ao esporte, amantes do futebol e de Poços de Caldas, com um objetivo comum: ver a cidade representada por uma nova força no futebol profissional; recriaram o Poços de Caldas Futebol Clube.
O Vulcão (apelido carinhoso do time, pois a cidade está situada na cratera de um vulcão extinto), como o próprio nome sugere, nasce cheio de energia, quente e explosivo, com espírito ético e competitivo para representar uma cidade que é reconhecida internacionalmente por sua beleza e pelas forças da sua natureza.
Como estrutura física, foi adquirida uma área de aproximadamente 25 mil metros quadrados, entre os municípios de Poços de Caldas e Caldas, denominada "Centro de Treinamentos Cratera do Vulcão". O local possui alojamento e um campo de dimensões profissionais para a realização de treinamentos táticos e físicos. No futuro, novos campos serão construídos
Sua primeira partida oficial foi no dia 07 de setembro de 2007 no estádio Ronaldão, contra o time do Santarritense, em partida válida pela Segunda Divisão do Campeonato Mineiro de Futebol. Em 2007, o time terminou em segundo lugar na classificação da 2ª fase da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro, e assim, assegurou uma vaga para o módulo II da 1ª Divisão do Campeonato Mineiro de 2008.

Mascote
Seu mascote é o quati, mas o clube também é associado ao vulcão, devido ao fato de que Poços de Caldas é uma cidade construída sobre uma região de vulcões extintos.


Estádio
O Estádio Dr. Ronaldo Junqueira, conhecido como Ronaldão, é um estádio municipal, abriga os dois times de futebol da cidade de Poços de Caldas, a Caldense a veterana, e Poços de Caldas Futebol Clube Ltda, vulcão.
Capacidade 5000

Site
http://www.vulcao.net/

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Centro de Desenvolvimento Comunitário Manicoré

 O Centro de Desenvolvimento Comunitário Manicoré foi fundado a partir da seleção municipal campeã da Copa dos Rios em 2007, e com a decisão da Federação Amazonense de Futebol em realizar novamente. Depois de mais de 40 anos, na segunda divisão estadual, o clube se tornou profissional.

A diretoria do C.D.C Manicoré promete não deixar barato a perda da vaga de acesso ao Estadual de 2008 para o Cepe/Iranduba. O clube ficou de entrar ainda hoje com ofício junto ao Tribunal de Justiça Desportiva/AM requerendo a vaga, por ter ficado à frente do Cepe na classificação final do segundo turno da Série B, com 12 pontos contra 11 do adversário. Na contagem geral dos dois turnos, o Cepe terminou com 21 pontos, contra 20 de Manicoré. Na rodada que definiu o returno, no último domingo, o Cepe/Iranduba perdeu por 3 a 0 para o Nacional "B", e o C.D.C Manicoré derrotou o Penarol, em Manicoré, por 3 a 2.

O único time da calha do Rio Madeira que disputa o Campeonato Amazonense. Seu elenco é praticamente o atual campeão da Copa dos Rios.

Em Manicoré o time é apoiado pela fanática torcida da cidade no Bacurauzão e em Manaus a galera da ABAM empurra o time da terra amada.
Em novembro de 2008, fica com o 3º lugar na segunda divisão estadual e consegue acesso inédito a Série A do Campeonato Amazonense, beneficiado pela desistência do Clube dos Empregados da Petrobras (Iranduba) de disputar a 1ª divisão do ano seguinte.


Já na elite do futebol amazonense em 2009, chega a brigar contra o rebaixamento à Série B amazonense de 2010, escapando na última rodada do segundo turno. Ficou na 8º colocação entre 10 times, com 13 pontos ganhos.

Estádio

Bacurazão

Nome oficial: Flávia Blante de Oliveira
Capacidade: 3.500 torcedores

Site

http://cdc.manicore.zip.net/

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Associação Atlética das Palmeiras

A Associação Atlética das Palmeiras foi um clube brasileiro de futebol da cidade de São Paulo. Foi fundada em 9 de Novembro de 1902. Foi campeã paulista por três vezes: em 1909, 1910 e 1915.
Seu mais célebre uniforme, que inspirou o do São Paulo FC, tinha camisa branca com uma listra horizontal preta, calção e meias pretas. Também jogou com camisa preta,calção branco e maias pretas. Jogou ainda com uniforme diverso no título paulista de 1909: camisa com a metade esquerda preta e a metade direita branca, calção branco e meias pretas.Sua característica de time elitista pode ser comprovado pelo fato de que, até 1915, só doutorandos, engenheiros e bacharéis de Direito podiam jogar pelo time.
A Associação Atlética das Palmeiras foi fundada em 1902 e abrigava na sua constituição algumas das princiapais famílias da cidade. Seu campo ficava na Av. Angélica, onde na época havia apenas chácaras e terrenos vazios. Mas o time não era um time da várzea comum, jogava constantemente contra os segundos quadros das principais equipes da Liga e obtinha bons resultados.
Em 1904 a liga resolveu ampliar o número de clubes participantes e abriu uma nova vaga; todavia, além da Atlética das Palmeiras, o Internacional de Santos também estava interessado nela. Nesse ano, houve uma cisão no Paulistano e alguns de seus jogadores vieram reforçar o time. Foi disputado então um jogo que definiria o novo componente da liga, no qual a Atlética das Palmeiras venceu por 4x0 e passou a fazer parte da Primeira Divisão.

O clube foi se instalar na Chácara da Floresta, onde se localizava o extinto Clube de Regatas São Paulo, antecessor do atual Clube de Regatas Tietê. A equipe se firmou e venceu os campeonatos de 1909/10 e 1915, se transformando num dos grandes do início do século.

Em 1916 a Associação Atlética das Palmeiras ajudou o recém-fundado Palestra Italia a ganhar uma vaga para disputar o Campeonato Paulista pela primeira vez. Esse fato seria lembrado em 1942, quando o Palestra Italia optou por mudar de nome e passou a se chamar Sociedade Esportiva Palmeiras, em homenagem à A. A. das Palmeiras.

No metade da Década de 1920, a discussão em torno da profissionalização ou não do futebol paulista levou a um racha entre clubes pró-profissionalização liderados po Palestra itália e Corinthians continuam no campeonato da APEA em 1926, e clubes pró amadorismo e elitismo no esporte bretão liderados pelo Clube Atlético Paulistano, Sport Club Germânia e a Atlética.

Porém a profissionalização era irreversível, e após 4 temporadas, a Liga dos Amadores de Futebol é extinta, com seu líder, o Paulistano, fechando o departamento de futebol para a disputa do Paulistão. O das Palmeiras, após uma vexatória última colocação no Paulistão de 1928, e uma penúltima no Paulistão de 1929, ainda tentou se adaptar ao profissionalismo. Porém decadente, endividado e sem condições de disputar o Paulistão de 1930, acaba por ser extinto.

Alguns profissionais e diretores se juntam com outros do Paulistano e empregando o patrimônio do clube, que contava com o Estádio da Floresta, e a equipe do órfã do Paulistano, dão origem, em janeiro de 1930, ao São Paulo Futebol Clube.


Títulos

Campeã paulista por três vezes: em 1909, 1910 e 1915.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Ibiraçu Esporte Clube


Estádio: Marcos Jorge Campagnaro (Marcão).

Capacidade: 5.000 pessoas.

Uniforme: Camisa, calção e meias verdes.


O Ibiraçu Esporte Clube é um clube de futebol brasileiro da cidade de Ibiraçu no Espírito Santo. Seu estádio é Marcos Jorge Campagnaro, conhecido como Marcão (capacidade para aproximadamente cinco mil pessoas). Suas cores são verde e branco.

Em 1989, o Ibiraçu foi o primeiro clube capixaba a disputar a Copa do Brasil, e foi eliminado pelo Grêmio na primeira fase.


TÍTULOS:

Campeonato Capixaba: 1988.

Site
http://www.ibiracuesporteclube.com.br/

domingo, 3 de janeiro de 2010

São Francisco Futebol Clube

O São Francisco Futebol Clube é um clube da cidade de Rio Branco, no Estado do Acre. Possui as cores azul e vermelho.

O São Francisco foi fundado no dia 4 de outubro de 1967 por Vicente Barata. Vicente era um faz-tudo no clube católico. Era presidente, técnico, roupeiro, massagista e jogador.

O São Francisco participou da Segunda Divisão acreana (campeonato suburbano) de 1969 a 1977.

Por duas vezes conseguiu chegar nas finais do torneio da Imprensa (Torneio Início), em 2006 e 2007. Porém, o time católico perdeu ambas decisões para o Rio Branco: a primeira nos pênaltis por 4 a 3 (zero a zero no tempo normal), e na segunda, derrota do São Chico por 2x0. Gols de Ley e Pitbull.
Depois de 12 jogos no profissionalismo, São Francisco consegue a primeira vitória debaixo de muita chuva, o São Chico, do técnico Marcelo Altino, enfim, após 12 jogos sem vitória (desde profissionalização em 2006), conseguiu por fim ao jejum, ao derrotar, no dia 22 de novembro de 2007, no José de Melo, o Vasco da Gama, por 3 a 2.

Títulos
Campeonato Acreano da Segunda Divisão: 1977.


Estadio

Carlos Alberto Simão Antônio, com capacidade para 1000.

sábado, 2 de janeiro de 2010

Sport Club São Paulo

O São Paulo foi fundado no dia 4 de outubro de 1908. Foi campeão gaúcho em 1933, ao vencer o Grêmio na final, pelo placar de 2 a 1. Naquela época, o São Paulo ainda não havia adotado o atual escudo, apesar de utilizar as cores da bandeira de Portugal no uniforme. O time campeão estava assim escalado: Odorico; Valentim, Fernandinho e Quico; Darcy, Riquinho, Arquimimo e Cardeal; Osquinha, Ballester, Scala (Vadi). O treinador do São Paulo era Leomar Mena.

Em 1985, o São Paulo conquistou a Copa Bento Gonçalves. Na primeira partida, dia 13 de julho, o São Paulo venceu o Internacional em pleno Estádio Beira-Rio pelo placar de 1 a 0, gol de Paulo Barroco. No jogo de volta, no Aldo Dapuzzo, um empate em 1 a 1 garantiu o título ao time rubro-verde. O gol do título foi marcado por Odir e o time campeão foi: Nando; Marco Antonio, Carlão e Zé Moraes; Paulo Barroco, Odir, Ernane, Evans e Isaias; Rodinaldo e Luisinho. O técnico era Jaime Schimidt.
No Campeonato Brasileiro de 1980, o Aldo Dapuzzo recebeu um dos maiores públicos de sua história em um empate sem gols entre São Paulo e o Flamengo de Zico, Adílio e Júnior, além de outros jogadores que formariam a base do time que no ano posterior (1981) seria Campeão do Mundo, em Tóquio. O Flamengo jogou com: Raul, Toninho, Rondineli, Marinho, Júnior, Andrade, Adilio, Zico, Reinaldo, Tita e Carlos Henrique (Júlio Cesar). A escalação do São Paulo neste jogo foi: Sérgio; Zé Augusto, Carlão, Tadeu e Cláudio Radar; Doraci, Paulo Cesar Tatu e Astronauta; Romário, Neia e Almir. O técnico rubro-verde era Ernesto Guedes.

Títulos

Campeonato Gaúcho: 1933.

Campeonato Gaúcho - 2ª Divisão1970
Campeonato do Interior: 1933.

Estádio

Estádio Aldo Dapuzzo

Construído em etapas, o estádio é um dos maiores da zona sul do Estado. Desde a fundação do Sport Club São Paulo, a avenida Presidente Vargas sempre foi o endereço do clube. Possui atualmente a capacidade aproximada para 8.000 pessoas, devido à interdição da arquibancada direita do estádio.

O nome se refere a um grande benemérito e patrono do clube. A homenagem é devida ao grande esforço deste personagem que não mediu esforços para levar o São Paulo à disputar a Taça de Ouro no início dos anos 80. O episódio mais marcante foi o da construção do anel direito do estádio que possibilitou a disputa.
A Lei n° 5.198, decretada na época pelo então prefeito Wilson Mattos Branco, de 17 de dezembro de 1997 tornou o Aldo Dapuzzo, Patrimônio Histórico e Cultural do Município, de forma que o imóvel não poderá mais ser vendido. Sendo assim a presença do clube permanece perpetuada na cidade do Rio Grande.

Alcunhas:  Leão do Parque e Caturrita
Site

http://www.saopaulors.com.br/

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Quixadá Futebol Clube

O Quixadá é um dos times mais regulares do interior do estado. Desde que garantiu o acesso à elite do futebol cearense, ao sagrar-se campeão da segunda divisão em 1967, o canarinho participa regularmente da primeira divisão do campeonato cearense de futebol, com exceção dos anos de 1981, quando pediu licença à Federação Cearense de Futebol, e 2001 e 2002, quando esteve na divisão de acesso.


Curiosamente, em 2007 o time do Quixadá não mandou seus jogos em sua cidade, no tradicional Estádio Abilhão, pois não recebeu o apoio usual da Prefeitura de seu município. O canarinho acabou sendo socorrido pela Prefeitura Municipal de Horizonte e, em troca disso, passou a mandar suas partidas no Estádio Clenilsão, em Horizonte.

Estádio

O José Antônio Abilio de Lima, mais conhecido simplesmente como Abilhão, é um estádio de futebol, situado no município de Quixadá (CE).

O Abilhão tem uma longa história de mudanças de nome. Inicialmente foi denominado Luciano de Queiroz. Depois a câmara de vereadores mudou o nome para José Baquit, depois para Estádio dos Imigrantes, novamente para Luciano Queiroz e, finalmente, para o nome atual.
O estádio pertence a Prefeitura Municipal de Quixadá, recebe os jogos do time local, o Quixadá Futebol Clube.
Capacidade 5000

Títulos

Campeonato Cearense da Segunda Divisão: 1967.
 
Alcunhas Canarinho do Sertão


Mascote Canário

Site
http://www.quixadafutebolclube.rg3.net/